Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Fla exclui do quadro de sócios-torcedores homem que agrediu tricolor no Maracanã

Dois senhores com a camisa do Flu deixavam o estádio quando um deles foi agredido por rival

Redação, Estadão Conteúdo

26 de março de 2019 | 16h54

O Flamengo anunciou na tarde desta terça-feira que excluiu do seu quadro de sócios-torcedores o homem que agrediu um torcedor do Fluminense na saída do Maracanã. O incidente aconteceu após o clássico entre os rivais cariocas no último domingo, pela última rodada da Taça Rio.

Após o triunfo do Flamengo sobre o Fluminense, por 3 a 2, dois senhores com a camisa tricolor deixavam o estádio quando um deles foi agredido por um torcedor rival. O clube rubro-negro não revelou o nome do agressor, mas considerou que ele feriu a política do programa de sócio-torcedor.

"A postura do então sócio-torcedor não condiz com os valores do Clube de Regatas do Flamengo, que repudia a agressão e lamenta qualquer tipo de ação como esta, que mancha o futebol do Rio de Janeiro - um dos poucos estados no Brasil que ainda recebe clássicos com torcida mista em seus estádios. O clube se coloca à disposição das autoridades e se solidariza com o torcedor tricolor", informou em nota.

Ainda segundo o Flamengo, o homem responsável pela agressão foi detido na última segunda-feira. Ele teria prestado depoimento em uma delegacia de polícia na Barra da Tijuca e sido liberado na sequência.

Vale lembrar que Flamengo e Fluminense voltam a se encontrar nesta quarta-feira. Às 21h30, as equipes duelam novamente no Maracanã para definir uma das vagas na decisão da Taça Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.