Fla faz reunião para aplacar crise

O Flamengo é um clube em crise e vive uma das piores fases da sua história. Um constante troca-troca na diretoria, denúncias de corrupção e de esquemas de comissões na compra e venda de jogadores, dívidas, subserviência aos diretores amadores e constante mudança de técnicos, são problemas que contribuem para a crítica situação rubro-negra. A oposição pede a renúncia do presidente Edmundo Santos Silva, enquanto os jogadores não correspondem às expectativas dentro de campo.Edmundo convocou nesta segunda-feira uma reunião com o colaborador e ex-presidente Luís Augusto Velloso, o diretor das divisões de base, Geoge Helal, o superintendente de Futebol, Walter Srour, o técnico João Carlos e o diretor-técnico, Carlinhos. Eles conversaram sobre a atual situação do clube e as possíveis soluções para a crise. O dirigente cobrou resultados e deu "carta branca" ao treinador para "barrar" quem ele quiser.Nesta terça-feira, os presidentes das torcidas organizadas farão uma reunião com Edmundo e alguns jogadores. Com a derrota por 2 a 0 para o Santos, o Flamengo completou 15 jogos sem vencer, já que a última vitória aconteceu no dia 2 de dezembro de 2001, quando derrotou o Palmeiras por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. Após a partida contra a equipe santista, o lateral-esquerdo Athirson desabafou. "Não adianta ficarmos jogando apenas pelo nome. Nem Pelé nem Zico faziam isso, tinham de matar um leão por dia", afirmou."Assustar pelo nome é coisa do passado." Já o meia Beto afirmou que o elenco desse ano é melhor do que o de 2001. "Nosso time é forte no papel, mas isso não adianta se não for colocado em prática", disse. "O time que conquistou o tricampenonato carioca era bem mais limitado do que esse, mas superou as dificuldades com determinação."Desfalques - O meia Leonardo sofreu um estiramento na coxa esquerda e deve ficar ausente da equipe Rubro-Negra por cerca de dez dias. Já o atacante Tuta está sendo negociado com o Dínamo de Kiev (Rússia) e poderá deixar o clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.