Fla joga para fugir da zona de perigo

Há diversas explicações para o drama do Flamengo neste Campeonato Brasileiro e apenas uma certeza: a equipe precisa deixar de lado qualquer tipo de vaidade, se unir e superar a pressão com gols e três pontos na tabela. Em um momento de apreensão, até o presidente Marcio Braga acompanhará de perto a partida contra o Brasiliense, nesta quarta-feira, às 21h50, no Distrito Federal. Um resultado que não seja a vitória da equipe rubro-negra deixará o técnico Andrade na corda bamba. Em caso de derrota, por exemplo, o Flamengo poderá retornar à zona de rebaixamento. O treinador, porém, tem consciência de que está fazendo o melhor pelo Flamengo e que a cobrança por resultado é comum no futebol. ?Se vence, o trabalho é exaltado. Se perde, há sempre um clima de desconfiança?, declarou Andrade, ciente de que a escassez de vitórias tem relação direta com a falta de pontaria e o excesso de jogadores rubro-negros expulsos nas últimas rodadas do Brasileiro. Entre os atletas, existe a expectativa de que a torcida rubro-negra, bem numerosa no Distrito Federal, lote o estádio e os incentive minuto a minuto. ?O Flamengo, em Brasília, sempre atrai muitas pessoas. É sempre importante contar com essa força num momento tão complicado na competição?, disse o goleiro Diego. O lateral-direito Leonardo Moura prevê um jogo complicado e acha que o Flamengo terá de ?correr o dobro? para que ?o povo de Brasília saia alegre do estádio?. ?Vamos enfrentar um time de muita qualidade. O Brasiliense tem ótimos jogadores?. Andrade teve problemas para escalar o ataque rubro-negro. Fábio Júnior cumprirá suspensão automática e Obina, a exemplo do paraguaio César Ramirez, ainda se recupera de contusão. Com isso, Andrade escolheu Fabiano Oliveira para atuar ao lado de Fellype Gabriel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.