Fla perde na estréia de Nelsinho

Na estréia do técnico Nelsinho Baptista, o Flamengo atuou mal e foi derrotado pelo Ceará, por 1 a 0, pela segunda fase da Copa do Brasil, nesta quarta-feira à noite, no Estádio Castelão. Com o resultado, na partida de volta o Rubro-Negro precisará de uma vitória por 2 gols de diferença para prosseguir na competição. O empate favorecerá os cearenses. Desde o início da partida, o Flamengo soube suportar a pressão do Ceará. Sem objetividade em seus ataques, o time carioca dependeu exclusivamente do meia Lopes e do atacante Fernando Baiano. Enquanto o primeiro mais uma vez mostrou deficiência técnica, o segundo pouco incomodou o adversário. Já o Ceará, por atuar em casa, impôs seu ritmo de jogo e não permitiu que o Flamengo atuasse. Os atacantes Reginaldo e Fábio Júnior armaram várias jogadas e obrigaram o goleiro Júlio César a fazer várias defesas. Mas, a expulsão do lateral-esquerdo Eduardo Suíço, por entrada violenta no atacante Zé Carlos aos 42 minutos, prejudicou os cearenses. Com um jogador a mais em campo, Nelsinho resolveu modificar o meio-de-campo e fez as três substituições possíveis no intervalo para o segundo tempo. Entraram Fabiano Cabral, Jean e Andrezinho, nos lugares de Felipe Mello, Fábio Baiano e Lopes, respectivamente. As mudanças realizadas pelo técnico melhoraram o Flamengo, mas a equipe continuou cometendo erros primários. Com erros de passe e desorganizado em campo o Rubro-Negro não conseguiu superar o bloqueio adversário. A situação ainda se agravou para o Flamengo depois da expulsão do lateral-direito Alessandro aos 25 minutos. Mas a derrota rubro-negra ficou caracterizada após o gol do Ceará, em uma cobrança de pênalti do lateral-direito Garrinchinha, aos 39 minutos. Antes do término da partida, cearenses e rubro-negros ainda tiveram mais um jogador expulso: o meia Claudinho Baiano e o volante Jorginho. Ficha Técnica: Flamengo: Júlio César; Alessandro, Fernando, André Bahia e Cássio; Jorginho, Felipe Mello (Fabiano Cabral), Fábio Baiano (Jean) e Lopes (Andrezinho); Fernando Baiano e Zé Carlos. Técnico: Nelsinho Baptista. Ceará: Magrão; Garrinchinha, Alan, Sidnei e Eduardo Suíço; Marcelo, Januário (Cleiton), Claudinho Baiano e Dorgival (Roberto); Fábio Júnior e Reginaldo (Alex) Técnico: Celso Teixeira. Gol: Garrinchinha aos 39 minutos do segundo tempo. Árbitro: Luís Marcelo Cansian (SP). Cartão amarelo: Alessandro, Júlio César, Marcelo, André Bahia, Fábio Junior, Andrezinho e Fabiano Cabral. Cartão vermelho: Eduardo Suíço, Alessandro, Claudinho Baiano e Jorginho. Renda: R$ 301.815,00. Público: 35.305 pagantes. Local: Estádio Castelão, em Fortaleza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.