Fla sonha agora com atacante do Boca

Enquanto o time treinava nesta quinta-feira no estádio Arena da Ilha do Governador, os dirigentes do Flamengo estavam com o pensamento na Argentina, por causa da possível contratação do atacante Guilhermo Barros Schelotto, do Boca Juniors. O jogador se mostrou satisfeito com a proposta feita pelo time carioca e a diretoria rubro-negra vem mantendo contatos diários com o atleta argentino. Aos 32 anos, Schelotto nunca saiu da Argentina, apesar de ter recebido várias propostas de equipe européias. Como seu contrato termina no final de junho e o Boca Juniors quer renová-lo somente por mais um ano, o jogador, que deseja ter um compromisso por dois anos, estaria disposto a vir atuar no Brasil. Além de Schelotto, o Flamengo ainda aguarda uma resposta do atacante Márcio Mossoró, campeão da Copa do Brasil de 2005 pelo Paulista. Para passar a ter 50% dos direitos federativos do atleta, o Rubro-Negro estaria disposto a pagar cerca US$ 1 milhão (R$ 2,4 milhões). E a disputa pelo jogador deve estar desestabilizando seu procurador, Fernando César, que na manhã desta quinta agrediu um jornalista de uma rádio carioca por não ter gostado do "tom" de uma matéria veiculada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.