Fla vence São Caetano na estréia de Gomes

Na estréia do técnico Ricardo Gomes, o Flamengo venceu o São Caetano, por 1 a 0, neste domingo à tarde, no estádio Anacleto Campanella, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória confirmou a reação do time carioca na sua luta contra o rebaixamento, subindo duas posições com 29 pontos. O São Caetano perdeu uma posição, agora em nono, com 40 pontos. O Flamengo surpreendeu com bom sistema de marcação, onde o primeiro combate era dado apenas no meio campo. O time carioca entrou sem Felipe, vetado pelo departamento médico, e no esquema 4-4-2 adotado pelo técnico estreante Ricardo Gomes. O São Caetano não mostrou velocidade suficiente nas invertidas de bola, facilitando a marcação flameguista. A única alternativa seriam os chutes de longa distância, como o desferido por Éder, aos 20 minutos, que obrigou Júlio César a espalmar. O Flamengo respondeu com um chute de Da Silva, no lado direito da área, após tabela com Dimba e que o goleiro Silvio Luiz espalmou para escanteio. Mesmo em dificuldades, o São Caetano não mudou para o segundo tempo. Já o Flamengo mostrava mais velocidade nos contra-ataques. Aos 13 minutos, Ibson entrou na área pelo lado direito, tropeçou em Triguinho mas o juiz Antônio Hora Filho marcou pênalti. O lance foi, no mínimo, duvidoso. Na cobrança, Dimba deu uma paradinha e bateu forte no canto direito de Silvio Luiz, marcando seu quinto gol na competição. Aos 17 minutos, enfim, Péricles Chamusca resolveu mudar. Tirou o lateral Triguinho para a entrada do atacante Fernando Baiano. O ataque do Azulão, porém, ficava restrito apenas aos chutes de longa distância, de Éder ou Mineiro. Mas quem ameaçou de longe foi Júnior que obrigou Silvio Luiz a se esticar todo para mandar a bola para escanteio, aos 19 minutos. O Azulão só ameaçou num chute de Éder aos 28 minutos, também espalmado por Júlio César. O juiz sergipano ainda cometeu dois erros graves. Aos 29 minutos, anulou o que seria o segundo gol do Flamengo quando Jean entrou nas costas da defesa e bateu cruzado. O bandeirinha indicou impedimento. Aos 33 minutos, Fabricio Carvalho dominou a bola de costas na área e foi segurado por Júnior Baiano, mas o juiz mandou seguir o lance. Chamusca ainda tentou ganhar força ofensiva com a entrada do meia Lúcio Flávio na vaga do zagueiro Gustavo, mas só voltou a ameaçar num chute de longe de Anderson Lima que Júlio César, outa vez, mandou para escanteio. Na quarta-feira, o São Caetano tentará a reabilitação diante do Criciúma, em Santa Catarina. O Flamengo, quinta-feira, receberá o Vitória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.