Ed Ferreira/Estadão - 15/06/2013
Ed Ferreira/Estadão - 15/06/2013

Fla x Vasco em Brasília já tem 50 mil ingressos vendidos

Clássico carioca pode estabelecer o novo recorde de público do Campeonato Brasileiro de 2013

AE, Agência Estado

12 de julho de 2013 | 17h22

BRASÍLIA - O clássico entre Flamengo e Vasco, no domingo, tem boas chances de estabelecer o recorde de público da atual edição do Campeonato Brasileiro. Faltando dois dias para a partida, a ser disputada no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, os torcedores já adquiriram 50 mil ingressos.

Por ter grande torcida na capital federal, o Flamengo terá a chance de igualar o maior público da competição deste ano, alcançado justamente em uma partida do time, contra o Santos, no mesmo local, na rodada de abertura do Brasileirão. O jogo contou com 63.501 pagantes para ver a despedida de Neymar no time santista, no dia 26 de maio.

Desta vez, o maior atrativo será a rivalidade dos times cariocas, que terá ainda a "estreia" de Mano Menezes em um clássico no comando do Flamengo. O time da Gávea tem ainda o segundo jogo com maior público deste campeonato, com os 52.825 presentes no duelo contra o Coritiba, no sábado passado, também em Brasília.

Para o jogo deste domingo, ainda há bilhetes disponíveis para todos os setores. As entradas variam de R$ 25 a R$ 260. Toda a renda do clássico será dividida entre os dois clubes.

O bom público no Mané Garrincha vem confirmando a aposta da diretoria do Flamengo em mandar seus jogos na capital federal, onde tem grande número de sócios. Os dirigentes já garantiram mais partidas no estádio nas próximas semanas na tentativa de obter um acordo mais favorável com o consórcio que administra o Maracanã.

Clube e consórcio vêm negociando um contrato de 35 anos, já assinado pelo Fluminense. Mas a diretoria flamenguista está insatisfeita com as condições oferecidas pelo Maracanã S.A. Enquanto as duas partes não chegam a um acordo, o clube carioca segue mandando seus jogos em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.