Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo acerta a prorrogação do empréstimo de Thiago Maia até junho de 2022

Volante se recupera de uma cirurgia no joelho e deve ficar pelo menos mais seis meses sem jogar

Redação, Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2021 | 15h49

De olho na próxima temporada, que começará no próximo mês, a diretoria do Flamengo anunciou nesta quinta-feira que renovou o contrato de empréstimo de Thiago Maia, que pertence ao Lille, da França, até junho de 2022. O volante se recupera de uma cirurgia no joelho e a previsão mais conservadora é de que precise de mais seis meses para voltar aos gramados.

"O Clube de Regatas do Flamengo informa que prorrogou o empréstimo do atleta Thiago Maia até junho de 2022, com opção de compra em janeiro do mesmo ano", divulgou o time rubro-negro em seu site oficial e nas redes sociais.

Ao final do período de empréstimo, o Flamengo tem a opção de compra de 50% dos direitos econômicos por 7 milhões de euros (cerca de 47 milhões na cotação atual). Durante o período em que o jogador estiver no departamento médico, o clube carioca conseguiu uma composição junto ao Lille, que pagará uma parte dos salários.

No momento, Thiago Maia vem fazendo trabalho de fisioterapia, com sessões de bicicleta e fortalecimento muscular. Há duas semanas ele iniciou o contato com bola.

"Agradeço a Deus, é a realização de um sonho e estou muito feliz. Todos sabem que eu queria ficar e fiz de tudo para realizar esse desejo. Eu mostrei isso dentro de campo, então agradeço muito ao Flamengo e ao presidente também, o Landim, o (Marcos) Braz e o Bruno que fizeram de tudo para que desse certo", disse o volante, antes de completar:

"Quero agradecer também ao meu empresário também, que me ajudou bastante e estou muito feliz de poder ficar bons anos aí. Agradecer a Nação também, respondo esse carinho dentro de campo e espero voltar o mais rápido possível, que é o que eu mais quero agora", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.