Flamengo adia chegada de Juninho

A vinda do meia Juninho Paulista para o Flamengo foi adiada para o dia 4 de janeiro, segundo o vice-presidente do Futebol Walter Oaquim. O dirigente assegurou que o jogador atuará pelo clube. A dificuldade em obter as garantias necessárias para trazê-lo, obrigou o Rubro-Negro a prorrogar o prazo, que terminava nesta sexta-feira. ?Tenho a convicção de que o Juninho virá para o Flamengo?, frisou Oaquim. ?Nós vamos trazê-lo, não me pergunte como.?Segundo Oaquim, Juninho exige ?garantias? de que receberá do Flamengo. Para atuar por seis meses pelo Rubro-Negro, o atleta quer o pagamento de cerca de R$ 1 milhão e aproximadamente US$ 400 mil (R$ 933 mil) ao Atlético de Madrid, que detém parte de seu passe.Na tentativa de acalmar os jogadores do Flamengo, que ensaiaram uma revolta por causa dos salários e direitos de imagem atrasados, Oaquim explicou que o dinheiro para o pagamento virá da premiação da Copa Mercosul e de adiantamentos da cota de televisão do Torneio Rio/São Paulo.Ao mesmo tempo em que explicava o caso Juninho, o advogado Mário César Monteiro informava que assumirá o cargo de vice-presidente de futebol em 2002. ?O presidente Edmundo me chamou e disse que houve uma fragilização do quesito disciplina. Além de resolver este problema, vamos promover uma reformulação no departamento de Futebol?, contou Monteiro. Oaquim passará a ocupar a vice-presidência de Relações externas. O meia Beto esteve nesta sexta-feira no Flamengo e assinou a rescisão de seu contrato. O passe do jogador está sendo negociado com o futebol grego.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.