Flamengo admite efetivar Rogério Lourenço

A recusa de Joel Santana em assumir o comando do time levou a diretoria do Flamengo a passar a pensar na possibilidade de efetivar Rogério Lourenço no cargo de treinador. Essa chance foi admitida pelo gerente de futebol do clube, Isaías Tinoco, único dirigente do departamento que não foi demitido pela presidente Patrícia Amorim.

AE, Agência Estado

25 de abril de 2010 | 19h43

"Se deixarmos o Rogério trabalhar do mesmo jeito que fizemos com Carlinhos e o Andrade, ele poderá ficar muito tempo no clube. Ele chegou na Gávea com 13 anos e tem um currículo dos mais expressivos", disse o cartola. O ex-zagueiro Rogério Lourenço começou a carreira de jogador e de técnico no Flamengo.

Mas para conseguir passar pelo Corinthians, nas oitavas de final da Libertadores, Rogério Lourenço terá muito trabalho. O elenco não engoliu a demissão de Andrade, o que criou um clima de tensão com a diretoria. Vágner Love, por exemplo, chamou de "brincadeira" a saída do treinador, ocorrida na última sexta-feira.

No sábado, inclusive, Vágner Love nem apareceu para treinar, alegando estar passando mal. Mas neste domingo, para tentar melhorar o clima, ele foi sozinho à Gávea para treinar, mesmo com o time estando de folga - o elenco se reapresenta nesta segunda-feira, para treinar no CT do Ninho do Urubu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.