Marcos de Paula/AE - 5/5/2011
Marcos de Paula/AE - 5/5/2011

Flamengo aposta na paciência para eliminar Ceará na Copa do Brasil

'Precisamos ser uma equipe que negocie um pouco mais a bola', analisa o técnico Luxemburgo

AE, Agência Estado

10 de maio de 2011 | 11h44

RIO - O Flamengo terá que reverter a vantagem obtida pelo Ceará no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil, mas nem por isso Vanderlei Luxemburgo quer ver uma equipe afobada em campo. Para o treinador, o time precisa ter tranquilidade para conquistar o resultado positivo na quarta-feira, em Fortaleza, no Estádio Presidente Vargas, que estará lotado. Mas fazer um gol no início pode deixar o adversário pressionado, de acordo com o técnico.

"O Flamengo tem 90 minutos. Temos que trabalhar e buscar as situações. Passar calma para os jogadores. Precisamos ser uma equipe que negocie um pouco mais a bola e ter um meio-campo mais compacto. Três jogadores com liberdade e um mais centralizado. O Ceará vai marcar muito bem. Mas um gol vai mudar bastante coisa", afirmou o treinador.

No Rio, o Ceará derrotou o Flamengo por 2 a 1, o que obriga o time carioca a conseguir um triunfo por dois gols de diferença ou um, desde que marque ao menos três gols. "Vamos ter que arriscar um pouco mais, com pressão de conseguir o resultado. Eles estão tranquilos. Nós que precisamos do resultado. Não podemos escolher o placar e temos que tentar a classificação a qualquer custo. A cabeça de todo mundo está bem focada, como se fosse uma final", disse o meia Thiago Neves.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.