Flamengo aproveita derrota na Taça Rio para descansar

Técnico Joel Santana utilizará os 10 dias sem partidas para aprimorar a parte física dos atletas

Agência Estado,

15 de abril de 2008 | 19h13

Ninguém gosta de perder por 3 a 0, mas o Flamengo bem que precisava de um descanso. Os jogadores e o técnico Joel Santana evitaram usar o desgaste da viagem ao Peru - onde enfrentaram o Cienciano pela Libertadores - como justificativa para a derrota para o Botafogo, na semifinal da Taça Rio. Mas reconhecem que os 10 dias sem partidas serão fundamentais para o grupo recuperar as energias para as finais do Estadual e a fase eliminatória da Libertadores. "Vou conversar com os preparadores físicos e fisioterapeutas e traçar um plano de treinamentos e exercícios", diz o técnico Joel Santana, que inclusive admite usar time misto contra o Coronel Bolognesi, no dia 23, pela Libertadores, no Maracanã. O time já está classificado para as oitavas-de-final do torneio, mas ainda luta pelas primeiras posições no geral, o que significa vantagem de decidir em casa nas fases eliminatórias. "Queremos ficar em primeiro no nosso grupo. Dependendo dos resultados da rodada desta semana, podemos mesclar o time", antecipou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.