Flamengo bate Americano e lidera grupo no Estadual do Rio

O meia Juninho Paulista garantiu que o Flamengo vai dar o que falar nesse ano. A promessa ainda não se concretizou, mas o time dá esperança de dias melhores para a sua torcida. Mesmo sem ser brilhante, a equipe rubro-negra venceu sua segunda partida na Taça Guanabara (primeiro turno do Estadual do Rio) e permanece na liderança isolada do Grupo A. Desta vez, derrotou o Americano, por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O confronto foi disputado em campo neutro. O motivo: o time de Campos, que soma apenas um ponto, teve seu estádio interditado depois de uma vistoria feita pelo Corpo de Bombeiros. Em obras, o Estádio Godofredo Cruz comporta apenas 2 mil torcedores nas arquibancadas, cuja capacidade é de aproximadamente 20 mil. O Flamengo jogou o suficiente para ir ao vestiário, no intervalo, com o placar a favor de 1 a 0. No entanto, a equipe não rendeu bem no primeiro tempo - melhorou somente nos 15 minutos finais. O Americano também não exigiu muito. Mesmo assim, o técnico Ney Franco se irritou à beira do campo. Pediu melhor saída de bola e mais velocidade. O time rubro-negro só ameaçou em lances isolados. O meia Juninho Paulista, por duas vezes, acertou a bola na trave. Engana-se, porém, quem imaginou que ele jogou bem. Fora de forma, nem de longe lembra aquele armador arisco e de bons passes. A tendência é a de que melhore com a seqüência de partidas. O lateral-esquerdo Juan fez o gol do Flamengo, aos 38 minutos. O lateral-direito Leonardo Moura cruzou, o atacante Obina ajeitou de cabeça e Juan finalizou bem. Na comemoração, os jogadores bateram palmas e cantaram parabéns para Obina, que fez aniversário nesta quarta. A etapa final foi mais movimentada. O meia-atacante Renato Augusto fez um golaço para o Flamengo. De letra, driblou o zagueiro Anderson e concluiu com perfeição: 2 a 0. A resposta não tardou: Tiago Pereira descontou e, de quebra, animou o Americano. O jogo ganhou em emoção. O time da Gávea perdeu várias oportunidades para assegurar a vitória. Já o clube de Campos tentou reagir, mas esbarrou em suas limitações. Ficha técnica Americano 1 x 2 Flamengo Americano - Jefferson; Romildo (Carlos Eduardo), Anderson e Índio; Adriano Sella, Kim, Diogo, Caetano (Ronicley) e Wesley; Pardal e Sandro Silva (Tiago Pereira). Técnico: Nedo Xavier. Flamengo - Bruno, Leonardo Moura, Moisés (Ronaldo Angelim), Irineu e Juan; Paulinho, Claiton, Renato e Juninho (Léo Medeiros); Renato Augusto (Roni) e Obina. Técnico: Ney Franco. Gols - Juan, aos 38 minutos do primeiro tempo; Renato Augusto, aos 19, e Tiago Pereira, aos 22 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos - Índio e Anderson (Americano); Claiton (Flamengo). Árbitro - Wagner dos Santos Rosa (RJ). Renda e público - não divulgados. Local - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.