Fernando Soutello/AGIF
Fernando Soutello/AGIF

Flamengo bate Joinville, espanta má fase e se reaproxima do G-4

Rubro-negro consegue vitória por 2 a 0 com gols no segundo tempo

LUCIANO PÁDUA, Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2015 | 13h16

Após uma série de três derrotas consecutivas, o Flamengo venceu o Joinville por 2 a 0 no Maracanã nesse domingo, em partida válida pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o rubro-negro carioca chega aos 44 pontos, na sexta posição da tabela, e volta a sonhar com G-4 - fica com dois pontos a menos que o São Paulo, o quarto colocado. O Joinville permanece com 24 pontos, na última colocação da competição.

As equipes voltam a campo para a 30ª rodada do Brasileirão. O Flamengo enfrenta o Figueirense no dia 14 de outubro, quarta-feira, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, às 21h. No mesmo dia, o Joinville recebe o Coritiba na Arena Joinville, às 21h.

O jogo foi movimentado desde o início. Aos 3 minutos, Alan Patrick arriscou de fora da área, mas a tentativa saiu fraca, para fora. Aos 10, em cobrança de escanteio, o goleiro Agenor afastou com um soco e, na sequência, Everton chutou de fora da área, mas a bola não teve muita direção.

Aos 19, Alan Patrick abriu para Jorge na esquerda, que cruzou para Guerrero. O atacante escorou de cabeça para Alan Patrick, mas Bruno Aguiar conseguiu cortar antes da finalização. No minuto seguinte, em posição duvidosa, Everton recebeu na área e chutou cruzado. A bola passou rente à trave. A pressão era toda do Flamengo, que tinha 69% da posse de bola.

Aos 26, Paulinho escorou um chute de Alan Patrick e bateu no cantinho. A bola passou por Agenor, mas Edson Ratinho salvou em cima da linha. Após cruzamento de Paulinho, aos 30, Canteros furou de frente para o gol. Na sequência, Everton, também em excelente posição dentro da área, não acertou a bola. Aos 33, César Martins desarmou Kempes e abriu para Paulinho na direita. O atacante passou para o zagueiro, que chutou de primeira e acertou o travessão. Na sequência, Alan Patrick finalizou e Agenor defendeu. Aos 45, Alan Patrick recebeu na entrada da área, limpou e bateu. A bola passou perto da meta.

O primeiro tempo foi todo do Flamengo, que não conseguiu transformar as oportunidades criadas em gols. O Joinville ficou recuado, buscando espaços para o contra-ataque e parecia satisfeito com o resultado no Maracanã.

A segunda etapa começou com pressão dos mandantes. Logo no primeiro minuto, Alan Patrick recebeu de Everton, cortou Anselmo e bateu por cima do gol. Aos 3, Jorge recebeu de Alan Patrick e chutou cruzado. Agenor defendeu bem e espalmou para escanteio.

Aos 11, o Flamengo foi premiado pela força de vontade no ataque. Ayrton bateu falta pela direita com categoria e colocou a bola no ângulo do goleiro Agenor. Belo gol do Flamengo. Em desvantagem, o Joinville tentou atacar mais. Aos 24, Kadu arriscou de longe e obrigou César a fazer grande defesa.

A pressão dos visitantes foi passageira e o rubro-negro seguiu dominando a partida. Aos 34, Gabriel, que havia acabado de entrar, recebeu belo lançamento de Alan Patrick cara a cara com o goleiro Agenor. Ele dominou, encobriu o goleiro e fez o segundo do Flamengo. Os jogadores do Joinville reclamaram de toque de mão de Gabriel, mas o árbitro Luiz Flávio Oliveira entendeu que a jogada foi legal.

Depois do segundo gol, a equipe carioca ditou o ritmo de jogo e o Joinville não conseguiu reagir. O placar refletiu o domínio do Flamengo na partida - foram 17 finalizações dos mandantes contra 4 dos visitantes - e mostrou que o time da Gávea quer superar a má fase das últimas rodadas.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 2 X 0 JOINVILLE

FLAMENGO - César, Ayrton, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Canteros (Almir) e Alan Patrick; Everton, Paulinho (Gabriel) e Guerrero (Kayke). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

JOINVILLE - Agenor; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Guti, Rogério; Kadu, Anselmo, Lucas Crispim, Marcelinho Paraíba (Marion); William Popp (Edgar Junio) e Kempes (Ricardo Bueno). Técnico: PC Gusmão.

GOLS - Ayrton, aos 11 minutos, e Gabriel, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Jorge, César (Flamengo); Kadu, Anselmo e Kempes (Joinville).

ÁRBITRO - Luiz Flavio Oliveira (SP).

PÚBLICO - 58.870 presentes (52.462 pagantes).

RENDA - R$ 2.414.660,00.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengoJoinville

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.