Divulgação
Divulgação

Flamengo bate o Cabofriense de novo e vai à final do Carioca

Time rubro-negro agora espera o vencedor do clássico Fluminense e Vasco

Sílvio Barsetti, O Estado de S. Paulo

29 de março de 2014 | 20h38

RIO - O Flamengo não teve a menor dificuldade para vencer mais uma vez a Cabofriense, desta vez pelo placar de 3 a 1, e confirmar sua classificação para a final do Campeonato Carioca. O time espera agora o clássico deste domingo, entre Fluminense e Vasco, para saber quem vai ser seu adversário na decisão, que será disputada em duas partidas.

Em apenas uma semana, o Flamengo enfrentou a Cabofriense três vezes. Ganhou todas, marcou 11 gols e levou quatro. No domingo passado, o jogo (5 a 3) foi válido ainda pela fase inicial da competição. Já, na quarta-feira, os dois clubes disputaram a primeira partida (3 a 0) da semifinal.

Neste sábado, a superioridade do Flamengo já era flagrante com 20 minutos de jogo, quando o time já vencia por 2 a 0, com dois gols do argentino Lucas Mugni. Nem parecia que a equipe sentia a ausência de vários titulares, entre os quais Leonardo Moura, Cáceres e André Santos, que também vão desfalcar o time na partida de quarta-feira, contra o Emelec, no Equador, pela Copa Libertadores.

Mugni jogava com desembaraço e deixou o campo no segundo tempo, sob aplausos da torcida. O público também demonstrou simpatia pelo atacante Hernane, que saiu de campo ainda no primeiro tempo, por causa de dores nas costas. Ele vinha jogando mal, como nas últimas partidas. Mas ainda tem saldo com os rubro-negros por causa da bela campanha de 2013.

Alecsandro entrou na sua vaga e atuou bem novamente. Ele teve participação direta no terceiro gol, ao tabelar com João Paulo, que chutou cruzado para ampliar. Depois, a Cabofriense diminuiu com Éberson e o Flamengo apenas administrou a vantagem até o apito final.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 3 x 1 CABOFRIENSE

FLAMENGO - Felipe; Recife, Wallace, Samir e João Paulo; Amaral, Muralha, Lucas Mugni (Márcio Araújo) e Gabriel; Paulinho (Nixon) e Hernane (Alecsandro). Técnico: Jayme de Almeida.

CABOFRIENSE - Luís Cetin; Rodrigo Dias (Arthur), Luizão, Daniel Tijolo e Leandro; Jardel, Silvano, Pará (Filipi Souza) e Éberson; Keninha (Anderson) e Fabrício Carvalho. Técnico: Alexandre Barroso.

GOLS - Lucas Mugni, aos 8 e 18 minutos do primeiro tempo. João Paulo, aos 19, e Éberson, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Pará.

ÁRBITRO - Rodrigo Carvalhaes.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.