Flamengo busca vitória no Sul para evitar uma crise

É vencer ou crise. Não resta outra alternativa para o Flamengo no jogo deste domingo contra o embalado Avaí, a partir das 18h30, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se tropeçar novamente, o técnico Andrade terá seu trabalho ainda mais questionado na Gávea e pode até perder o cargo.

AE, Agencia Estado

23 de agosto de 2009 | 09h10

O clima no clube anda tenso. O Flamengo não vence há duas rodadas (foi derrotado por Grêmio e Cruzeiro), vem caindo de produção e despencando na tabela de classificação. Se perder, o time carioca deve se aproximar mais da temida zona de rebaixamento.

A diretoria fala em reforçar o time. Enquanto ninguém chega, Andrade se vira com o que tem. E haja problema para montar a equipe rubro-negra. São pelo menos sete desfalques, entre eles destaques como Léo Moura, Juan, Toró e Kleberson.

O jeito, então, é fazer apostas em jovens das categorias de base. Como é o caso do volante Rômulo, um dos destaques do Flamengo na arrancada da equipe no Brasileirão de 2007. Na época, o clube saiu da zona de descenso e, com uma sequência de vitórias, chegou em terceiro lugar e garantiu vaga na Copa Libertadores da América.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.