Flamengo com três atacantes em partida do Carioca

Joel Santana testa nova formação na equipe rubro-negra: Diego Tardelli, Maxi e Souza confirmados

Leonardo Maia, Agência Estado

11 de março de 2008 | 19h25

O técnico Joel Santana confirmou depois do treino desta terça-feira que o Flamengo vai testar nova formação contra o Mesquita, nesta quarta-feira, às 19h30, no Maracanã, pela terceira rodada da Taça Rio. O novo esquema terá o ataque composto por Diego Tardelli, Maxi e Souza, numa experiência já antecipando o jogo contra o Nacional, pela Libertadores da América, que o Flamengo não pode pensar em outra coisa senão a vitória."Estamos procurando achar o equilíbrio da equipe dentro do que temos de melhor no elenco. Aqui não temos medo de errar. Se essa formação corresponder à expectativa, podemos mantê-la para os jogos contra o Botafogo e o Nacional", antecipa Joel.O centroavante Souza, que muitas vezes fica isolado no ataque, elogiou a ousadia do treinador. "São dois jogadores muito rápidos, que se movimentam muito. Eu vou jogar um pouco mais fixo na área, procurando fazer as tabelas. Acredito que faremos um grande jogo." FlamengoBruno, Leonardo Moura (Luizinho), Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Cristian, Kléberson e Ibson; Maxi, Diego Tardelli e SouzaTécnico: Joel Santana MesquitaDiogo Silva; Renatinho, Vagner Eugênio, Juan e Felipinho; Léo, Dé, Índio e Edson; Fábio Costa e LeandroTécnico: Mário MarquesÁrbitro: André Luis RamosEstádio: Maracanã, Rio de Janeiro, RJHorário: 19h30O atacante argentino Maxi, que fez boa partida contra o Americano e marcou um gol, chegou a estar esquecido na Gávea e nem para o banco era relacionado. Ele sabe que precisa aproveitar a nova chance entre os titulares. "O grupo do Flamengo é muito bom. Mas o Joel sabe que se precisar de mim eu estarei pronto. Vou trabalhar muito para me manter entre os titulares", diz o baixinho Maxi.Uma alteração é certa. A entrada do meia Renato Augusto no segundo tempo. O jogador se recuperou de fratura na face e é visto como titular, e tenta ganhar ritmo de jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioFlamengoJoel Santana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.