Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Flamengo confirma Oswaldo de Oliveira, que já fala com o grupo

Novo treinador foi apresentado ao elenco na tarde desta quinta-feira

Estadão Conteúdo

20 de agosto de 2015 | 16h13

Nem quatro horas depois de anunciar a demissão de Cristóvão Borges, a diretoria do Flamengo já acertou com um novo treinador para comandar a equipe no restante do Brasileirão. Oswaldo de Oliveira, que começou a competição à frente do Palmeiras, já inclusive foi apresentado aos jogadores rubro-negros.

Oswaldo chegou ao Ninho do Urubu por volta das 15h40 desta quinta-feira, acompanhado do presidente Eduardo Bandeira de Mello, para iniciar sua segunda passagem pelo comando do Flamengo. Na primeira, em 2003, ficou apenas 18 partidas, vencendo apenas sete. Na época, entretanto, não foi demitido - saiu por vontade própria, reclamando de atraso de salários.

Ele já era o preferido da diretoria rubro-negra à época da demissão de Vanderlei Luxemburgo, em maio, mas estava empregado. Logo depois, foi demitido do Palmeiras. "Quando era criança era flamenguista, muito assíduo no Maracanã", disse ele, ainda no comando do clube paulista.

Cristóvão Borges foi demitido depois da derrota por 1 a 0 para o Vasco no clássico, disputado no Maracanã, quarta à noite, pela Copa do Brasil. O treinador, que assumiu o time no final de maio, substituindo Vanderlei Luxemburgo, comandou o time em 18 partidas. Perdeu metade delas, venceu oito e empatou uma.

Contra o Vasco, que passa por péssimo momento, o Flamengo foi apático. Mesmo assim, o treinador demorou a mexer na equipe. Foi vaiado e chamado de "burro" pela torcida presente no Maracanã. Apesar disso, após a partida, Cristóvão assegurou que não pediria demissão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.