Flamengo depende só de si para não cair, diz Vagner Love

Com 27 pontos, o Flamengo briga contra o rebaixamento e para impedir que a crise que bate à porta da Gávea invada de vez o clube. A situação, os flamenguistas sabem, não é nada boa. O time não consegue reagir e já está a quatro pontos da zona de degola. Os otimistas, como Vagner Love, destacam que o Fla, porém, só depende de si para se manter fora do grupo dos que cairão para a Série B.

AE, Agência Estado

14 de setembro de 2012 | 15h13

"Futebol pode acontecer de tudo. Estamos sujeitos a isso (rebaixamento), mas só depende de nós. Acredito muito no grupo e vamos lutar para que nada de ruim aconteça ao Flamengo", garantiu o atacante, um dos mais experientes de um elenco hoje repleto de jovens promessas.

O atacante acha normal que os garotos sintam a pressão e a responsabilidade, ainda mais por carregar a camisa do Flamengo num momento tão delicado. "Eu passei por isso (cobranças, pressão), eles vão passar, é normal. Os garotos vão treinar e a partir do momento que tiverem mais confiança vão voltar e ter uma brilhante carreira, pois têm muito potencial", avaliou Love, referindo-se a Luiz Antônio e Mattheus.

Talvez atento apenas ao noticiário dos clubes cariocas, o atacante argumentou que a crise fica maior quando se trata de Flamengo e apontou que "ninguém" fala da demissão de Luiz Felipe Scolari no Palmeiras. "Isso tudo acontece porque é o Flamengo. Aqui acontece de tudo, as cobranças são maiores. Ninguém fala que o Palmeiras está mal, que o Felipão foi demitido... Só falam do Flamengo. Mas a fase boa vai voltar, tenho certeza disso."

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.