Flamengo derrota Resende de virada na estréia na Taça Rio

Time rubro-negro leva dois gols no começo do jogo, mas consegue reverter a desvantagem e faz 4 a 2

Leonardo Maia, Agência Estado

02 de março de 2008 | 20h20

Não foi tão fácil, mas o mistão do Flamengo deu conta do Resende neste domingo, no Maracanã. Depois de sair perdendo por 2 a 0, o rubro-negro chegou à virada por 4 a 2, gols de Diego Tardelli (2), Obina e Thiago Sales. Com a vitória, o Flamengo passa a liderar o Grupo A, pelo critérios de desempate, com os mesmos três pontos de Fluminense e Duque de Caxias. Veja também: Vasco goleia Boavista na estréia da Taça Rio A estréia do zagueiro Leonardo começou mal. Logo aos nove minutos, o zagueiro foi driblado por Alexsandro e cometeu pênalti claro. O próprio atacante deslocou Bruno com paradinha e abriu o placar. O Flamengo tentava impor o toque de bola. Mas o desentrosamento e a menor técnica dos quatro defensores reservas deixava enormes buracos para as tramas do Resende. Aos 22 minutos, Toni Carvalho recebeu com total liberdade na direita e rolou para Léo, também inteiramente livre, ampliar.Flamengo4Bruno; Luizinho, Leonardo, Thiago Sales e Egídio    ; Jaílton     (Gavilán    ), Jônatas     (Maxi), Kléberson     e Marcinho (Cristian); Diego Tardelli e ObinaTécnico: Joel SantanaResende2Márcio; Valdir    , Márcio Costa    , Leandro e Vinícius; Beto, Márcio Gomes (Fábio Azevedo), Bruno Reis     (Biula) e Léo; Alexsandro     (Jack Jones    ) e Toni CarvalhoTécnico: Antônio Carlos RoyGols: Alexsandro, aos 9 minutos; Léo, aos 22 minutos; Thiago Salles, aos 28 minutos do primeiro tempo. Obina, aos 15 minutos, Diego Tardelli, aos 20 minutos e aos 47 minutos do segundo tempoÁrbitro: Leandro Noel LaranjaEstádio: MaracanãLeonardo teve a chance de se redimir aos 26 minutos, mas cabeceou na trave quando tinha o gol aberto. Dois minutos depois, foi seu companheiro de zaga que resolveu. Thiago Sales aproveitou cobrança de escanteio e diminuiu de cabeça. O Flamengo ainda dava espaços perigosos, mas passou a ocupar melhor o campo ofensivo. Num rápido contra-ataque, Jônatas lançou Obina, que explodiu a trave de Márcio, aos 43 minutos. O técnico Joel Santana resolveu ir em busca da virada. Tirou o volante Jaílton e promoveu a estréia do paraguaio Gavilán. Jônatas também saiu para a entrada do atacante Maxi. O volume de jogo do Flamengo aumentou e a recompensa veio aos 15 minutos. Kléberson fez linda jogada pela direita e cruzou para Obina cabecear com o gol livre e empatar. A virada não demorou. Tardelli, que fazia boa partida, avançou pelo meio e tocou colocado, de fora da área, para marcar. Com isso, o Flamengo diminui o ritmo e o Resende voltou a levar perigo, principalmente nas costas dos irregulares laterais Egídio e Luizinho. Mas foi o Rubro-Negro que marcou mais uma vez, quando Obina fez belo passe para Tardelli marcar seu segundo no jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoResendeEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.