(@gilvandesouza9 / CRF)
(@gilvandesouza9 / CRF)

Flamengo derrota Vasco novamente e buscará o inédito tetracampeonato Carioca

Willian Arão marca o gol que garante a equipe de Paulo Sousa na final do Estadual

Redação, Estadão Conteúdo

20 de março de 2022 | 18h13

O Flamengo vai em busca do inédito tetracampeonato do Campeonato Carioca. O clube rubro-negro confirmou o favoritismo e a superioridade ao derrotar o Vasco por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Maracanã, pelo segundo jogo da semifinal. Pela partida e ida, a equipe de Paulo Sousa também levou a melhor pelo mesmo placar.

A fase do Vasco contra o Flamengo é assustadoramente ruim. Nos últimos 21 jogos contra a equipe rubro-negra, o time cruzmaltino venceu apenas um confronto, empatou nove e perdeu em outras 11 oportunidades.

A derrota deste domingo só confirma o momento irregular da equipe, que também já foi eliminada da Copa do Brasil. Com isso, o técnico Zé Ricardo fica ainda mais pressionado no cargo para a sequência da temporada.

O Flamengo, por outro lado, aguarda o confronto entre Fluminense e Botafogo para conhecer o seu adversário na decisão do Campeonato Carioca. O clube rubro-negro venceu as últimas três edições e quer fazer história com o possível quarto título.

Sem Bruno Henrique, com uma lesão no ombro, Paulo Sousa resolveu colocar Pedro ao lado de Gabriel Barbosa diante do Vasco. O camisa 21 recebeu uma proposta para se transferir ao Palmeiras e vem tendo seu nome ventilado na seleção brasileira. Uma saída do Flamengo vem sendo muito debatida, mas a diretoria não quis abrir mão do centroavante.

Do lado do Vasco, Zé Gabriel era dúvida, mas iniciou o confronto. O time vem sofrendo certa pressão por disputar o segundo ano consecutivo a Série B do Brasileiro. Sócios da 777, Carlos Roberto Osorio, e Josh Wander, estiveram no Maracanã, assim como o ex-zagueiro Rodrigo, que veio dar o seu apoio ao clube.

Em campo, os times partiram para a trocação. Foi um primeiro tempo de muita intensidade entre dois times que buscaram o gol, apesar da vantagem do Flamengo por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0. O Vasco chegou com muito perigo com Nenê. Ele recebeu de Figueiredo e buscou o ângulo. Hugo fez grande vitória para evitar o gol.

Do outro lado, Thiago Rodrigues também trabalhou. Ele fez uma defesa espetacular em um arremate à queima-roupa de Pedro. Gabriel, de voleio, também tentou abrir o marcador, mas o jogo acabou indo para o intervalo com 0 a 0 no marcador.

No segundo tempo, o Flamengo desencantou. Logo aos oito minutos, Arrascaeta cruzou, Lázaro desviou, Anderson Conceição afastou e Willian Arão aproveitou a sobra para fazer 1 a 0. Em vantagem, Paulo Sousa resolveu rodar o elenco e colocou Marinho junto com a dupla formada por Gabriel e Pedro.

Enquanto o Flamengo estava testando novas opções, Zé Ricardo colocou o Vasco no ataque. O clube cruzmaltino até tentou um abafa para cima do Flamengo, mas não conseguiu evitar a derrota e a consequente eliminação no Campeonato Carioca.

TAÇA RIO

Ainda neste domingo, o Resende derrotou a Portuguesa por 1 a 0, no estádio do Trabalhador, pela partida de ida da semifinal da Taça Rio. No sábado, o Nova Iguaçu havia derrotado o Audax, fora de casa, por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 0 VASCO

FLAMENGO - Hugo Souza; Fabrício Bruno, David Luiz (Léo Pereira) e Filipe Luís; Rodinei (Matheuzinho), Willian Arão, Gomes e Lázaro (Vitinho); Arrascaeta (Marinho), Gabigol (Everton Ribeiro) e Pedro. Técnico: Paulo Sousa.

VASCO - Thiago Rodrigues; Léo Matos (Weverton), Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Zé Gabriel (Yuri Lara), Juninho (Luiz Henrique), Gabriel Pec (Bruno Nazário), Nenê e Figueiredo; Raniel (Vitinho). Técnico: Zé Ricardo.

GOL - Willian Arão, aos oito minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Rafael Martins de Sá.

CARTÕES AMARELOS - Gabriel Barbosa e Gomes (Flamengo); Gabriel Pec, Luiz Henrique e Nenê (Vasco).

RENDA - R$ 1.878.995,00.

PÚBLICO - 54.931 pagantes.

LOCAL - Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.