Flamengo desbanca o Santos

O Flamengo fez a festa neste domingo na vitória por 2 a 1 sobre o Santos, ex-líder do Brasileirão. A equipe virou em cima do time de Robinho e subiu para a 8.ª colocação, com sete pontos. Já o time paulista caiu para terceiro, com 9 pontos, lamentando as ótimas defesas de Diego e os gols perdidos por Deivid.No primeiro tempo, as péssimas condições do gramado ficaram à altura do futebol apresentado pelas duas equipes. Muita marcação e excesso de passes errados. Logo aos 2 minutos, Obina tentou de cabeça, aproveitando um cruzamento de China, mas a bola saiu. Aos 14 foi a vez de Renato bater escanteio, bem fechado, mas Henao salvou.O Santos chegou ao gol adversário apenas aos 30 minutos, numa tabela entre Deivid e Robinho. O atacante chutou no meio do gol e Diego segurou com tranqüilidade. Três minutos depois o próprio Deivid recebeu na área, matou no peito, mas chutou por cima do gol.O Flamengo respondeu aos 35, em um chute de Obina de fora da área, que Henao bobeou, mas conseguiu jogar a bola para escanteio. Aos 40 foi a vez de Jean deixar Ávalos no chão e cruzar, mas ninguém aproveitou a jogada pela direita.E aos 42, o atacante Deivid recebeu um ótimo passe de Bóvio na entrada da área, invadiu sozinho, mas chutou no meio do gol permitindo com que Diego espalmasse o perigo. Foi a melhor chance do jogo no primeiro tempo.Após o intervalo deu a impressão que os times se acostumaram com o gramado do estádio Luso-Brasileiro. Aos 6, Obina arriscou de longe e quase surpreendeu Henao. Mas aos 9, um descuido da defesa flamenguista deixou Robinho livre. E isso é fatal. O jogador partiu em velocidade, deu um drible da vaca em Fabiano, fugiu da falta e cruzou na medida para Deivid marcar.Aos 20, o próprio Deivid recebeu em seu campo e partiu para o ataque. Foi até a área e chutou forte, mas Diego espalmou. No rebote, ele mesmo chutou novamente, mas Diego segurou com firmeza. E na seqüência do lance, Obina recebeu, livrou-se de Ávalos e chutou no ângulo, empatando a partida. E quando tudo caminhava para o empate, aos 41, Jônatas recebeu de Jean e bateu cruzado, garantindo a vitória do time da casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.