Alexandre Vidal / Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

Flamengo deve pagar R$ 126 milhões em 2021 por cinco jogadores já contratados

Clube ainda tem dinheiro a quitar por Gerson, Michael, Gabigol e Pedro, e valores a receber por Reinier, Yuri Cesar e Lincoln

Redação, Estadão Conteúdo

02 de abril de 2021 | 18h25

O Flamengo têm investido alto em seu elenco e as parcelas restantes para pagamentos por alguns jogadores somam R$ 126 milhões a serem pagos ainda em 2021. Entre os atletas cujas contratações somam esse valor estão os atacantes Gabigol e Pedro e o volante Gerson.

Enfrentando dificuldades de geração de receita, em razão da pandemia, que retirou fontes como bilheteria, o Flamengo amargou um déficit de R$ 110 milhões em 2020. Assim, considerando ainda as parcelas restantes dos jogadores que já compõem o elenco, o clube fica apertado para pensar em novas contratações enquanto não fizer novas vendas de atletas.

Entre os nomes que já foram negociados está Reinier, que é considerado a maior fonte de receita de 2021. O Real Madrid já realizou o pagamento de metade dos quase 90 milhões de reais que foram pedidos pelo jogador, no primeiro trimestre. O resto será pago ao longo desde ano, garantindo parte do valor que o Flamengo tem pendente.

Além dele, Yuri César para o Al Shabad, dos Emirados Árabes Unidos, e Lincoln para o Vissel Kobe, do Japão, são transações que já foram garantidas e grande parte do valor já foi repassado ao clube carioca. Entre os dois jogadores, o Flamengo levantou cerca de R$ 50 milhões, dos quais 80% já foram pagos.

Dos nomes que chegaram ao clube e ainda estão pendentes de finalização de pagamento, Gabriel é o que mais exige das finanças da equipe carioca. Sua contratação de R$ 96,9 milhões junto à Internazionale tem parcelas para vencimento até 2023 e ainda faltam R$ 86 milhões para quitação pelo Flamengo.

Pedro, por sua vez, custou R$ 93,9 milhões em parcelas semestrais à Fiorentina e deve exigir do clube carioca R$ 31,2 milhões apenas em 2021. Entre os maiores pagamentos que serão feitos ainda neste ano estão Gerson, com parcelas até 2023 e R$ 25 milhões apenas este ano, e Michael, com R$ 27 milhões em 2021 dos R$ 38,4 milhões totais que ainda estão pendentes de pagamento.

Portanto, levando em consideração as cifras milionárias das parcelas que comprometem as finanças do Flamengo, a ordem é que novas contratações apenas podem acontecer quando vendas robustas forem realizadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.