Nina Lima/Divulgação - 16/11/2010
Nina Lima/Divulgação - 16/11/2010

Flamengo diz que conquistou Galliani para ter Ronaldinho Gaúcho

Para Patrícia Amorim, bom relacionamento com vice-presidente do Milan foi fundamental para negócio

AE, Agência Estado

11 de janeiro de 2011 | 15h12

A presidente Patrícia Amorim apontou o bom relacionamento da diretoria do Flamengo com Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, como fator fundamental para que o clube conseguisse contratar o meia-atacante Ronaldinho Gaúcho. De acordo com ela, o empresário Roberto Assis sempre ressaltou a necessidade de negociar com o clube italiano a liberação do seu irmão.

Veja também:

linkRonaldinho Gaúcho promete 'dar o máximo' no Flamengo

linkCraque tem desafio de voltar a jogar bem

especialOs títulos e gols da carreira de Ronaldinho Gaúcho

especialA trajetória de Ronaldinho Gaúcho

"O Assis dizia, falem com o Milan, falem com o Milan", explicou em entrevista ao SporTV. "O trunfo foi conquistar o Galliani, que se apaixonou pelo Rio e pelo Flamengo. Conseguimos uma aproximação com uma das maiores figuras do futebol mundial, que pode ser muito importante para nós em negociações futuras", completou.

Patrícia explicou que o Flamengo não definiu todos os detalhes da apresentação de Ronaldinho Gaúcho, mas descartou a possibilidade de realização de um desfile em carro aberto como ocorreu em 1995, quando Romário foi contratado pelo time carioca. "Ainda temos que definir. Vai ser amanhã, mas não sabemos como. A gente queria, mas temos que entender a vontade do jogador. Isso também conta", disse.

Assim, a tendência é que Ronaldinho Gaúcho seja apresentada oficialmente apenas na Gávea na quarta-feira. "O certo é que ele vem aqui para Gávea", afirmou a presidente do Flamengo, ainda eufórica com a definição da contratação de Ronaldinho Gaúcho, oficializada na noite de segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.