Satiro Sodré|SS Press
Satiro Sodré|SS Press

Flamengo diz que é 'totalmente contrário' a clássicos com torcida única

Presidente entende que a medida não resolveria o problema da violência

Estadao Conteudo

17 Fevereiro 2017 | 20h58

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Melo, afirmou nesta sexta-feira que é contra a decisão da Justiça do Rio de exigir que os clássicos do Campeonato Carioca tenham torcida única. No desembarque da delegação rubro-negra após a vitória sobre o América-MG por 1 a 0, na cidade satélite do Gama, pela Copa da Primeira Liga, o dirigente comentou o fato.

"O Flamengo é totalmente contrário à implantação da torcida única nos estádios, porque entende que a medida não resolveria o problema da violência. Já vimos conflitos entre torcidas do mesmo time e conflitos entre torcidas em locais muito distantes do estádios", afirmou.

No domingo, uma confusão do lado de fora do Engenhão antes do clássico entre Botafogo e Flamengo resultou na morte de um torcedor botafoguense, alvejado pelos tiros de um carro que passou atirando contra várias pessoas.

"Nós defendemos a punição exemplar dos criminosos na pessoa física e a proibição do comparecimento desses desordeiros travestidos de torcedores aos estádios. Quanto à medida judicial de hoje (sexta), não nos resta outra atitude senão à de cumpri-la. Quando o Flamengo for notificado, avaliará a possibilidade de interpor um recurso", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.