Juliana Flister/Divulgação
Juliana Flister/Divulgação

Flamengo e Cruzeiro duelam por vaga nas quartas da Copa do Brasil

No primeiro confronto, time mineiro venceu por 2 a 1; cariocas precisam apenas de 1 a 0 para classificar

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2013 | 07h49

RIO - Mal no Campeonato Brasileiro, o Flamengo, assim como o Fluminense, tenta fazer bonito na Copa do Brasil para se livrar de uma crise que já começa a se desenhar na Gávea. Nesta quarta-feira, o time conta com a força de sua torcida para tentar derrotar o Cruzeiro e garantir classificação nas quartas de final da competição. O jogo vai ser disputado no estádio do Maracanã, às 21h50, e a expectativa dos dirigentes é que pelo menos 50 mil torcedores compareçam ao duelo. O Flamengo reduziu o preço dos bilhetes.

Na semana passada, o Cruzeiro venceu por 2 a 1. O placar de 1 a 0 é suficiente para o time rubro-negro. Se devolver o resultado de Belo Horizonte, a decisão da vaga será definida nos pênaltis. O time mineiro passa de fase com vitória ou empate ou mesmo se perder por diferença de um gol, desde que marque, no mínimo, dois gols - 3 a 2 ou 4 a 3, por exemplo, a favor do Flamengo são resultados que valem para o Cruzeiro.

O técnico Mano Menezes ainda espera pela escalação do volante Elias, que se recupera de uma contusão. Se o titular não puder jogar, vai ser substituído por Val. O treinador tentou passar confiança ao grupo nas reuniões que comandou desde a derrota para o Grêmio, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Disse que o Flamengo, apesar de atuações irregulares na temporada, tem condições de superar o Cruzeiro, que é o líder do principal torneio do País.

A preocupação dele e dos dirigentes do Flamengo é que uma eventual eliminação afete ainda mais o time no Brasileirão, no qual ainda está sob ameaça de frequentar a zona de rebaixamento. A diretoria também vislumbra um cenário mais complicado financeiramente se a equipe não avançar na Copa do Brasil.

CRUZEIRO

O técnico Marcelo Oliveira encerrou a preparação do Cruzeiro com um coletivo na Toca Raposa II em que indicou a escalação do time para o decisivo duelo, com a manutenção de Ceará na lateral direita, mas revelou ter uma dúvida no setor ofensivo.

Desgastado fisicamente, o atacante Willian pode ficar fora do duelo e não participou do coletivo, sendo substituído por Martinuccio. Marcelo explicou que vai esperar a recuperação do jogador para definir o Cruzeiro. "A ausência do Willian é por um pouco de desgaste físico, mas nós achamos que ele vai se recuperar bem, mas caso ele não possa, joga o Martinuccio", disse.

Na lateral direita, Mayke voltou a ficar à disposição de Marcelo, mas mesmo assim o treinador decidiu manter Ceará entre os titulares. Além disso, ele confirmou a entrada do volante Lucas Silva na vaga do lesionado Ceará. "O Ceará já jogou os dois últimos jogos e o Mayke estava há um tempo parado e ainda sente uma pequena limitação em algum movimento. Dá para jogar, mas como o Ceará está inteiro, ele vai jogar. E o Lucas Silva vai jogar no meio-campo, junto com o Nilton. Ele teve boa apresentação no último jogo, está crescendo e espero que possa nos ajudar na marcação e na saída de bola também", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilFlamengoCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.