Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Flamengo e Fluminense empatam em clássico sem gols

Partida é fraca tecnicamente e termina em 0 a 0; duelo entre Adriano e Fred não foi como esperado

Agencia Estado

28 de junho de 2009 | 21h16

Esperava-se muito do duelo entre Adriano e Fred, mas o que se viu no domingo, no Maracanã, foram duas equipes sem criatividade e empenho suficientes para que Fluminense e Flamengo saíssem do 0 a 0, em confronto válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Flamengo chegou aos 11 pontos, caindo para a sétima posição. O Fluminense soma dez e ocupa a 13.ª colocação.

Veja também:

especial Mercado: as transferências dos times

especial MASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especial Visite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela / tabela Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Eu sempre cobro muito de mim, por isso estou um pouco chateado. Mas o time está mostrando bom ritmo. Agora é manter o trabalho e buscar as vitórias", disse Adriano, que não viveu tarde inspirada, saindo muito da área para buscar jogo.

O primeiro tempo foi de péssimo nível, com muitas faltas, deixando o jogo muito truncado. Poderia se atribuir um pouco da culpa ao juiz Sálvio Spinola, que apitava qualquer esbarrão. O Flamengo errava muitos passes e permitia, com isso, que o Fluminense tivesse um ligeiro domínio das ações.

Aos 9 minutos, Edcarlos apareceu na área adversária e chutou cruzado, forte. Bruno espalmou e a defesa aliviou. Três minutos depois o Flamengo respondeu. Everton foi lançado na esquerda e tentou o cruzamento. A bola resvalou em Edcarlos e Ricardo Berna fez grande defesa, evitando um gol fortuito.

Apesar dos muitos erros, o Flamengo levava mais perigo quando avançava, atuando bem pelos lados do campo, com Juan e Everton pela esquerda e Leonardo Moura e Emerson pela direita. Antes do intervalo, Fred quase marcou aos 42, mas finalizou mal. Dois minutos depois foi a vez de Adriano cabecear e quase encobrir Ricardo Berna.

As duas estrelas da partida estavam apagadas. E assim permanecerem por toda o segundo tempo. O Flamengo melhorou muito e dominou completamente a etapa final, diante de um Fluminense lento e que permitia os avanços rápidos do rival. Mas não era dia de bola na rede, com ambas as equipes finalizando muito mal.

A única chance tricolor em toda a segunda etapa surgiu com o Fred, logo no primeiro minuto. Mas o atacante chutou para fora. A partir daí, só deu Flamengo. Emerson cabeceou com perigo aos nove e perdeu outra grande oportunidade aos 13.

O atacante fazia boa partida e obrigou Ricardo Berna a realizar ótima defesa em forte finalização da entrada da área, aos 27. Três minutos depois foi a vez de Leonardo Moura completar cruzamento da esquerda e Ricardo Berna salvar novamente.

Os técnicos tentaram modificar o panorama a partir dos 35 minutos, realizando suas alterações. O ritmo do Flamengo caiu e o jogo passou a ser um festival de bolas perdidas nas intermediárias. Uma noite para apagar da história do clássico Fla-Flu.

FLAMENGO 0 X 0 FLUMINENSE

Flamengo - Bruno; Toró, Fabrício e Welinton; Leonardo Moura (Everton Silva), Willians, Ibson, Everton (Petkovic) e Juan; Emerson e Adriano. Técnico: Cuca

Fluminense - Ricardo Berna; Maurício, Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo; Wellington Monteiro (Marquinho), Fabinho, Diguinho e Conca (Alan); Thiago Neves e Fred. Técnico: Carlos Alberto Parreira

Cartões amarelos - Ibson, Everton Silva e Willians; Luiz Alberto e Edcarlos

Juiz - Sálvio Spinola Filho (Fifa-SP)

Público - 41.038 pagantes

Local - Maracanã, no Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.