Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

Flamengo é punido com 2 jogos com portões fechados por confusão na Sul-Americana

Rubro-negro pode recorrer da decisão, que vale para as primeiras partidas do clube na Libertadores

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 18h30

A Conmebol anunciou nesta quarta-feira a punição ao Flamengo pelas confusões ocorridas nos arredores do Maracanã na final da Copa Sul-Americana, em dezembro, diante do Independiente. O time brasileiro terá que jogar duas partidas com portões fechados, após a decisão da entidade continental.

+ Flamengo empresta Alex Muralha para time da segunda divisão japonesa

O Flamengo ainda pode recorrer da decisão, mas, caso não haja qualquer mudança, terá que disputar duas partidas da próxima edição da Libertadores sem a presença de seus torcedores. O time estreia na competição diante do River Plate em casa, no dia 28 de fevereiro, e atua em seus domínios novamente na terceira rodada, diante de um adversário ainda a ser definido, em 18 de abril.

Por isso, caso a punição não seja alterada, a única partida que o Flamengo fará em casa com a presença de seu torcedor na fase de grupos da Libertadores será na quinta rodada, contra o Emelec, dia 16 de maio. O clube carioca ainda será obrigado a pagar uma multa de US$ 300 mil (cerca de R$ 940,5 mil).

O Flamengo foi julgado pelos casos de invasão e vandalismo ocorridos no Maracanã e suas cercanias no dia 13 de dezembro. Na ocasião, o time carioca empatou em 1 a 1 com o Independiente e viu o adversário levantar o título da Sul-Americana mesmo atuando em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.