Bruno Oliveira/Fortaleza
Bruno Oliveira/Fortaleza

Flamengo e Rogério Ceni caminham para o acerto; Fortaleza está pessimista

Clube cearense confirma negociação entre o treinador e o time rubro-negro; multa é de R$ 1 milhão

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

09 de novembro de 2020 | 21h53

Flamengo e Rogério Ceni avançaram na negociação. O Fortaleza confirma o andamento das conversas e tem certeza de que o treinador vai deixar o clube. O acerto deve acontecer nesta terça-feira, quando o ex-goleiro vai se reunir com Marcos Braz, vice-presidente de futebol da equipe rubro-negra, já no Rio de Janeiro.

Para tirar o ex-goleiro do Fortaleza, o Flamengo vai pagar R$ 1 milhão de multa rescisória. Rogério Ceni pediu que tudo seja feito corretamente para ele possa deixar o clube cearense pela segunda vez. No ano passado, o treinador teve uma passagem rápida pelo Cruzeiro antes de retornar.

O nome de Rogério Ceni surgiu como prioridade assim que o técnico Domènec Torrent foi demitido. Braz tem convicção de que o treinador tem o que é necessário para comandar o Flamengo, repetindo um pouco do estilo que deu certo com o português Jorge Jesus.

Rogério Ceni também terá mais uma oportunidade de provar que está pronto para treinar uma equipe ponta do futebol brasileiro. Os objetivos do Fortaleza são muito mais modestos do que os do Flamengo.

A ideia de Marcos Braz é anunciar Rogério Ceni nesta terça-feira e já vê-lo no banco de reservas na partida contra o São Paulo, quarta-feira, no Maracanã, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. A estreia seria justamente diante do clube onde é ídolo.

Além da Copa do Brasil, o Flamengo está nas oitavas de final da Libertadores da América, quando vai enfrentar o Racing, da Argentina. A equipe também briga pelas primeiras posições na tabela do Campeonato Brasileiro, ocupando o terceiro lugar, com 35 pontos, um atrás do líder Internacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.