Flamengo e Volta Redonda decidem vaga

Em outras épocas, não haveria dúvidas em apontar o Flamengo como favorito para o jogo desta segunda-feira contra o Volta Redonda, às 20h30, no Maracanã, pela semifinal da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Mas hoje a história é diferente. O Volta Redonda tem ampla vantagem na campanha realizada até agora na competição. É o primeiro colocado na classificação geral do Carioca, com 23 pontos em 11 partidas, tem o atacante Túlio como o artilheiro do campeonato, com 11 gols, e já conquistou o título da Taça Guanabara.Já o Flamengo fez uma campanha irregular, ficando em 8º lugar na classificação geral do Campeonato Carioca, com 13 pontos, e tem algumas carências em seu elenco, reconhecidas até pelo técnico Cuca. A seu favor neste duelo, somente a força de sua torcida e a tradição da camisa."Quem poderá fazer a diferença para o Flamengo é a sua torcida", declarou o técnico Cuca, que completa nesta segunda-feira dez jogos no comando do time. Ele apostou jogadores formados no próprio clube. Entre os titulares, 7 têm essa característica: o goleiro Diego, os zagueiros Thiago e Rodrigo, os volantes Jônatas e Júnior, o meia Fellype Gabriel e o atacante Geninho.A única dúvida do treinador do Flamengo está no ataque. Dimba, recuperado de uma amidalite, e Alessandro disputam uma vaga ao lado de Emerson, apelidado de Geninho. A tendência é que Alessandro comece o jogo, por estar em melhor forma física.No Volta Redonda, a diretoria disse estar preocupada com a escolha do árbitro José Alexandre Barbosa Lima para apitar a semifinal. O diretor de futebol do clube, Wilton Arbex, teme que a pouca experiência dele possa refletir no seu comportamento dentro de campo. "O Flamengo vai pressioná-lo o tempo todo", avisou.O dirigente também insinuou que a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) "pode tentar fazer um Fla x Flu na final da Taça Rio", por ser mais vantajoso em termos promocionais e econômicos.Afinal, o vencedor de Flamengo e Volta Redonda irá enfrentar o Fluminense, que eliminou o Vasco, na final da Taça Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.