Flamengo encara a altitude na estréia da Libertadores

Cinco anos depois, o Flamengo volta a disputar a Copa Libertadores da América. Em busca do seu segundo título na competição, repetindo 1981, o time carioca terá uma estréia complicada nesta quarta-feira, a partir das 21h45. Irá enfrentar o Real Potosí, na cidade boliviana de Potosí, que fica a 3.760 metros de altitude. Nada, porém, que tire o otimismo do técnico Ney Franco. Satisfeito com a boa campanha do time no Campeonato Carioca, ele acredita que o Flamengo poderá superar a falta de ar e voltar para casa com uma vitória.Obina e Souza vão formar a dupla de ataque, mas Ney Franco quer o time em ritmo cauteloso. Ele prevê uma pressão forte do adversário no início do jogo e orientou a defesa para a jogada mais perigosa do Real Potosí: as bolas alçadas sobre a área.O Flamengo disputou pela última vez a Libertadores em 2002 e foi eliminado logo na primeira fase. O meia Juninho Paulista atuava pela equipe na época e está novamente no elenco. ?Naquela ocasião, não nos preparamos bem, fomos perdendo jogos no início e, quando vimos, já era impossível recuperar. Acho que hoje o Flamengo tem um time melhor e mais preparado. Trabalhamos bem a parte física, a parte tática e até mesmo a preparação para jogar na altitude foi criteriosa?, afirmou o jogador.Apesar da experiência, Juninho Paulista ainda não tem sua escalação confirmada por Ney Franco. Ele disputa vaga com Renato Augusto, que foi titular no clássico de domingo passado, contra o Botafogo (3 a 3), pelo Campeonato Carioca.Para o treinador, a expectativa da torcida sempre é a da reedição da campanha de 1981, ano em que o Flamengo ganhou a Libertadores e o Mundial com uma equipe liderada por Zico. ?Foi um time memorável e é normal que aquela lembrança esteja sempre presente quando se fala de Flamengo e Libertadores?, admitiu Ney Franco.Atraso O Flamengo enfrentou um pequeno problema na programação para o jogo desta quarta-feira. Como houve duas horas de atraso no vôo até Santa Cruz de la Sierra na noite de segunda, a delegação do clube carioca perdeu a escala para a cidade de Sucre. Dessa forma, o grupo seguiu para Sucre apenas nesta terça-feira. Para fugir dos efeitos da altitude, o Flamengo ficará hospedado na cidade até a noite de quarta, quando viajará para Potosí.Ficha técnica:Real Potosí x FlamengoReal Potosí - José Pablo Burtovoy; Luis Gaty Ribeiro, Edemir Rodríguez, Santos Amador e Oscar Luis Vera; Gerson García, Franz Calustro, Nicolás Suárez e Darwin Peña; Rubén Darío Aguilera e Edu Monteiro. Técnico: Félix Berdeja.Flamengo - Bruno; Leonardo Moura, Ronaldo Angelim, Thiago e Juan; Paulinho, Claiton, Renato e Renato Augusto (Juninho Paulista); Obina e Souza. Técnico: Ney Franco.Árbitro - Victor Hugo Ribera (PER). Horário - 21h45 (horário de Brasília). Local - Estádio Municipal de Potosí (Bolívia).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.