Flamengo encara a Cabofriense com força máxima

Com vitória sobre o Nacional, pela Libertadores, Joel Santana agora pensa no título da Taça Rio

Leonardo Maia, Agência Estado

21 de março de 2008 | 18h32

Libertadores ficou para escanteio no Flamengo, pelo menos por duas semanas. Como o próximo confronto pelo torneio, contra o Cienciano, no Peru, será apenas no dia 9 de abril, o técnico Joel Santana resolveu dedicar-se à Taça Rio, pela qual enfrenta a Cabofriense neste sábado, às 16 horas, no Maracanã.  Flamengo Bruno; Leonardo Moura, Leonardo, Thiago Salles e Juan; Cristian, Kleberson (Toró), Ibson e Renato Augusto; Marcinho e Souza Técnico: Joel Santana  Cabofriense Flavio; Robson, Leandro Amaro, Douglas Assis e Vanderson; Marcão, Lucas, Julinho e Teti; Fabinho e Charles (Wesley) Técnico: Aílton Ferraz Árbitro: Adriano Pereira MachadoEstádio: Maracanã, no Rio de JaneiroHorário: PPVTV: 16 horasAo contrário do planejado, o Flamengo vai com a maioria de seus principais jogadores. Será poupada apenas a dupla de zaga. "Vamos dar um tempo na Libertadores, e pensar na Taça Rio. Temos três jogos muitos difíceis pela frente, contra a Cabofriense, Friburguense e Madureira, que podem decidir a nossa classificação para as semifinais", decretou Joel, para adiantar a escalação depois do treinamento recreativo realizado nesta sexta-feira no clube. "O time é basicamente aquele que enfrentou o Nacional [pela Libertadores]. O Léo Moura volta no lugar do Luizinho, e a dupla de zaga será formada por Leonardo e Thiago Salles. O Fábio Luciano e o Ronaldo Angelim estão muito desgastados. Minha única dúvida é a volta do Toró, provavelmente no lugar do Kleberson".Leonardo Moura, que retorna ao time depois de cumprir suspensão na Libertadores, espera uma partida amarrada pelo adversário. "Nos clássicos, o jogo é mais aberto. Os pequenos querem arrancar um pontinho e jogam fechado."Com nove pontos, o Flamengo é segundo no Grupo A, um a menos que o líder Fluminense. Os dois primeiros de cada chave avançam às semifinais. Já campeão da Taça Guanabara, o time tem vaga garantida na decisão do título, mas, caso vença a Taça Rio, leva o título por antecipação.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.