Flamengo encara jogo com Palmeiras como 'divisor de águas'

Para o time carioca, vencer o campeão da Copa do Brasil daria confiança para terminar o turno mais próximo dos líderes

O Estado de S. Paulo

13 de agosto de 2012 | 21h06

RIO - As duas vitórias seguidas, sobre Figueirense e Náutico, recolocaram o Flamengo no pelotão que briga para entrar no grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. as vitórias vieram sobre Figueirense e Náutico. Nesta quarta-feira, na Arena Barueri, o adversário é o Palmeiras, que sofre na zona de rebaixamento, mas promete ser um obstáculo maior para os flamenguistas.

O técnico Dorival Júnior e seus comandados entendem que um triunfo sobre o Palmeiras, fora de casa, consolidaria a reação da equipe na competição. Vencer o campeão da Copa do Brasil daria confiança para terminar o turno mais próximo dos líderes, em condições de tentar uma arrancada.

"Pelo clássico, pela dimensão que é o jogo, pela história dessas duas equipes, seria mais ou menos um divisor de águas nessa questão de arranque, de recuperação", destacou o lateral-esquerdo Ramon. "A margem de erro tem que ser zero. Temos de pensar na vitória e, na pior das hipóteses, um empate."

Mas Dorival Júnior terá desfalques importantes. O volante paraguaio Cáceres e o zagueiro chileno González estão servindo suas seleções nacionais. O zagueiro Thiago Medeiros continua vetado por lesão. Assim, a defesa será formada pelos jovens Welinton e Marllon.

No meio-de-campo, Ibson tem a chance de voltar ao time titular. Em compensação, o lateral-direito Leonardo Moura está disponível depois de cumprir suspensão na vitória sobre o Náutico, no último sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.