Gilvan de Souza / Flamengo
Gilvan de Souza / Flamengo

Flamengo entra com recurso no STF para dividir título de 1987 com o Sport

Após sofrer derrota no tribunal, defesa do clube tenta alterar parecer

O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2017 | 17h48

A polêmica do título do Campeonato Brasileiro de 1987 ganhou um novo capítulo nesta quinta-feira. Isso porque o departamento jurídico do Flamengo entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) a fim de conseguir a divisão da conquista daquele ano com o Sport.

Com os embargos de declaração, o clube carioca pretende esclarecer aspectos que, segundo os seus advogados, não ficaram totalmente claros na decisão da Primeira Turma do STF. Embora as chances sejam remotas, o Rubro-Negro também tenta alterar o parecer, já que também solicitou efeitos infringentes.

Em abril deste ano, por 3 votos a 1, o STF decidiu que o Sport era o único campeão brasileiro de 1987. A decisão do colegiado representou um revés para o clube da Gávea, que já havia recorrido da decisão desfavorável no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em 1994.

Em 1987, por conta de dificuldades financeiras da CBF, alguns clubes, com o aval da entidade, tomaram a iniciativa de organizar a Copa União. Foram eles: Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Grêmio, Internacional, Atlético Mineiro, Cruzeiro e Bahia - o chamado clube dos 13. A pedido da CBF, Coritiba, Santa Cruz e Goiás também foram convidados para participar da competição.

A CBF, porém, decidiu criar um torneio paralelo com equipes que haviam se destacado no campeonato de 1986, como o Guarani (vice-campeão) e o América-RJ (semifinalista). Desta maneira, a união do Clube dos 13 passou a ser chamada de módulo verde, enquanto o certame organizado pela CBF foi nomeado de módulo amarelo.

A CBF propôs ao Clube dos 13 que os dois melhores do módulo verde enfrentassem, em quadrangular, as duas melhores equipes do amarelo. Assim, seria definido o campeão brasileiro de 1987.

No entanto, o Flamengo, campeão do módulo verde, e o Inter, vice-campeão, se recusaram a enfrentar Sport e Guarani, representantes do módulo amarelo. Já no ano seguinte, em 1988, a equipe do Recife, após empatar em 1 a 1 em Campinas, venceu o Bugre por 1 a 0 na Ilha do Retiro. Dessa maneira, a CBF considerou o Sport como campeão brasileiro de 1987.

Mais conteúdo sobre:
Flamengo futebol Sport Club do Recife

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.