Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Flamengo erra, mas vence Friburguense

Se quiser conquistar o título da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, o Flamengo terá de aprimorar as finalizações. Neste sábado, o Rubro-Negro sofreu para derrotar o Friburguense, por 1 a 0, no Maracanã. Os gols perdidos foram tantos que o técnico Cuca começou a lembrar dos jogos contra o Volta Redonda e Botafogo, em que o Flamengo sofreu gols nos últimos minutos. O resultado deixou o time na liderança do Grupo B e ainda manteve o retrospecto positivo de não perder para o Friburguense. No Grupo A, o Volta Redonda derrotou a Cabofriense e se manteve na primeira posição.As duas equipes entraram em campo ao mesmo tempo e pelo túnel central, o mesmo do trio de arbitragem, para prestar uma homenagem ao brasileiro João José de Vasconcellos Jr., seqüestrado no Iraque no dia 19 de janeiro. Os jogadores vestiram camisas com a foto de João e a palavra Liberdade, escrita em português e em árabe. Faixas pediam sua libertação: "O povo brasileiro confia no povo iraquiano. Liberdade para João!" e "14 milhões de árabes receberam acolhida no Brasil. Clamamos por reciprocidade com nosso irmão João." Com a bola rolando, os dois times fizeram um primeiro tempo emocionante e com diversas chances de gol de ambos os lados, principalmente por parte do Flamengo. Do lado Rubro-Negro, o novo camisa 10, Fellype Gabriel, de 19 anos, ditava o ritmo da equipe, participando das principais jogadas de ataque. Ao Friburguense restava os contra-ataques. O meia Abedi sempre levava perigo ao gol de Diego.O esquema 3-4-3 escolhido pelo técnico Cuca mostrou-se eficiente. O Flamengo criou muitas oportunidades para marcar durante toda a primeira etapa. Não fosse a falta de pontaria dos jogadores, o Rubro-Negro teria terminado os 45 minutos iniciais com uma boa vantagem no placar. O atacante Dimba chegou a perder um gol dentro da pequena área. Mas, seu voleio jogou a bola no travessão. Até que, aos 37 minutos, o meia Renato cruzou, ninguém desviou a bola, que acabou entrando.No segundo tempo, o cansaço abateu os jogadores do Flamengo, que diminui o ritmo. E Dimba continuou perdendo gols para desespero dos torcedores. Logo no primeiro minuto, Renato cruzou e o atacante, sozinho, cabeceou em cima do goleiro Jefferson. O mesmo Dimba desperdiçaria outra oportunidade aos 21 minutos. Acabou substituído e vaiado pela torcida.Renato também teve boa chance ao tocar por cima de Jefferson, mas a bola foi para fora. Aos 35, o meia parou um contra-ataque do Friburguense agarrando o pescoço de Ziquinha. O árbitro Samir Yarak não teve dúvidas e expulsou o jogador. Com um a menos, o Flamengo se defendeu até o final, obtendo uma importante vitória na competição.Outros jogos - O Volta Redonda derrotou a Cabofriense por 4 a 2, no Estádio da Cidadania. Os gols foram marcados por Haroldo, Schneider e Túlio (2). Este último assumiu a artilharia do Carioca com sete gols. Em Édson Passos, o América venceu o Madureira por 2 a 0, gols de Ismael e William. O resultado tirou o América da lanterna do Grupo B.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.