Flamengo escalará reservas contra o Vasco da Gama

Já classificado às semifinais da Taça Rio, técnico Joel Santana decide priorizar a Copa Libertadores

Agência Estado,

02 de abril de 2008 | 19h00

No domingo, o Flamengo enfrenta o Vasco, no encerramento da fase de classificação da Taça Rio, mas a prioridade no clube é a Copa Libertadores, na qual o time tem compromisso com o Cienciano, no Peru, no dia 9 (quarta-feira). Veja também:  Denúncia do Fla sobre morte de jogador revolta bolivianos O técnico Joel Santana já se decidiu pela escalação de time reserva no clássico e demonstrou nesta quarta-feira que todos os esforços estão voltados para o jogo contra os peruanos. "Diego Tardelli, Kleberson e Marcinho precisam jogar e enfrentam o Vasco", adiantou Joel. No coletivo, na Gávea, o treinador testou formação cautelosa, trocando Marcinho e Kléberson por Jaílton e Toró. "Vou preparar duas equipes [para a partida contra o Cienciano] e mexer nestas peças durante a semana. Não posso inventar muito". Uma reunião nesta quinta-feira, na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol, irá dar um veredicto quanto à realização de jogos na altitude. Mas jogadores e comissão técnica do Flamengo procuram se manter alheios à polêmica e preparam-se para a partida em Cuzco, a 3.360 metros de altitude, normalmente. "Não podemos ficar criando um bicho na cabeça dos jogadores. O lado psicológico às vezes influencia mais que a altitude", diz Ronaldo Torres, preparador físico rubro-negro. "Fisicamente, o time está 100% preparado. Mas existe a parte fisiológica de cada um". Uma vitória sobre o Cienciano dá a vaga nas oitavas-de-final por antecipação ao Flamengo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.