Flamengo escolhe novo presidente nesta 2ª

Os sócios do Flamengo decidem nesta segunda-feira o futuro do clube de maior torcida do Brasil. Eles vão escolher o novo presidente que vai assumir uma instituição com uma dívida em torno de R$ 200 milhões, um time fraco e com a Gávea, sede do Rubro-Negro, em obras que nunca terminam. Das 8 às 21 horas, os sócios poderão optar por Márcio Braga, Delair Dumbrosck e Gerson Biscotto. O vencedor será anunciado logo após o pleito, já que a apuração terá início assim que a votação for encerrada. O novo presidente terá mandato de 1º de janeiro de 2004 a 31 de dezembro de 2006. O colégio eleitoral do Flamengo tem, atualmente, 6.499 pessoas aptas a votarem nas eleições desta segunda-feira. Para ter direito ao voto, o sócio precisa ser maior de 18 anos, estar quite com sua mensalidade, ter mais de dois anos de vida associativa initerrupta, caso seja proprietário, e três anos, caso seja patrimonial ou contribuinte e não ter sido punido pelo clube nos três últimos anos anteriores à eleição. Márcio Braga tem 67 anos e concorre à presidência do Flamengo pela sétima vez. Assumiu o cargo por quatro mandatos, conquistando três Campeonatos Brasileiros. Recentemente, foi derrotado por duas vezes consecutivas pelo ex-presidente Edmundo dos Santos Silva, que sofreu impeachment devido à acusação de improbidade administrativa. Tabelião, pai de seis filhos, Márcio Braga é opositor ferrenho do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira. Além de prometer uma gestão transparente no Flamengo, ele quer lutar por mudanças na CBF. Delair Dumbrosck, de 55 anos, foi o presidente do Conselho Fiscal na administração de Edmundo dos Santos Silva. O candidato, porém, alega ser um dos principais responsáveis pelo impeachment do ex-presidente. Ele concorre pela segunda vez ao cargo e prega o respeito ao orçamento, a busca de investimento junto à empresários, bem como uma linha disciplinadora no futebol. O último canditado é, o até então desconhecido empresário da construção civil Gerson Biscotto, de 56 anos. Ele concorre ao cargo pela primeira vez e diz ser o único com uma proposta de renovação. Nas gestões de Kléber Leite e Edmundo dos Santos Silva, Biscotto foi o diretor das divisões de base do clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.