Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Flamengo espera anunciar Ronaldinho Gaúcho na segunda ou terça-feira

Para o negócio ser fechado, faltam apenas detalhes da liberação dele pelo Milan

estadão.com.br,

08 de janeiro de 2011 | 16h47

SÃO PAULO - A cada instante, Ronaldinho Gaúcho fica mais perto do Flamengo. Neste sábado, o Vice-presidente de Futebol do Milan, Adriano Galliani, afirmou que praticamente já se pode dizer que o craque é reforço da equipe carioca para a temporada 2011. Segundo ele, a negociação está 99,9% concluída.

Veja também:

linkAssis diz que não há nada definido sobre Ronaldinho

linkPalmeiras não desiste de Ronaldinho

linkGrêmio desiste da contratação de Ronaldinho

forum ENQUETE - Ronaldinho deve acertar com qual clube?

blog TRÁGICO E CÔMICO - Ronaldinho leiloado no Mercado Livre

blog DIRETO DA FONTE - Ronaldinho quer morar no Rio

De acordo com a equipe italiana, que ainda é dona dos direitos do craque, faltam apenas detalhes para que o jogador seja liberado. Entre Milan e Flamengo está tudo certo, e o atleta já até acertou salário com o time do Rio de Janeiro.

O anúncio oficial, com uma grande festa e a apresentação de Ronaldinho, deve acontecer na próxima segunda ou terça-feira. Pelo Flamengo em 2011, o meia vai buscar os títulos do Campeonato Estadual do Rio, da Copa do Brasil, do Brasileirão e a da Copa sul-americana.

Para animar ainda mais a torcida flamenguista, o Grêmio desistiu oficialmente da negociação neste sábado. O Presidente do clube gaúcho, Paulo Odone, criticou a postura do atleta e seu empresário e irmão, Roberto Assis, que estariam fazendo um leilão para vender o craque. Ronaldinho estaria exigindo cada vez mais dinheiro para defender a equipe de Porto Alegre neste ano.

Já o Palmeiras, outro ator desta novela, não se manifestou nos últimos dias. As negociações esfriaram pelos lados do Palestra Itália e dificilmente o clube paulista conseguirá virar este jogo. O Corinthians, que nem chegou a fazer uma proposta oficial, é outro praticamente descartado.

Dinheiro. A presidente do Flamengo, Patricia Amorim, comemorou neste sábado o quase acerto com Ronaldinho. "Tivemos uma reunião bastante produtiva. Andamos bastante e chegamos a um acordo entre Fla e Milan", declarou, em entrevista à TV Globo.

No entanto, ela preferiu não comentar se o clube vai pagar ou não ao Milan o valor total da multa rescisória, que é de 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 17 milhões).

Na negociação, o Flamengo conta com o apoio da Traffic, que curiosamente é a parceira principal do Palmeiras. A empresa deve pagar um valor ao time italiano e ainda arcar com parte dos vencimentos do atleta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.