Flamengo estréia no Engenhão com goleada sobre o América

Obina faz 3 na vitória por 4 a 0; resultado deixa time perto de uma vaga na semifinal da Taça Guanabara

02 de fevereiro de 2008 | 18h38

O Flamengo estreou com o pé direito no Engenhão, estádio do Botafogo: goleou o América, por 4 a 0 neste sábado de carnaval. Com a vitória, a equipe rubro-negra praticamente garantiu vaga nas semifinais da Taça Guanabara - primeiro turno do Campeonato Carioca. Já a equipe americana, que estreou o técnico Gaúcho, segue na lanterna no Grupo A, sem nenhum ponto. Veja também: Botafogo vence o Vasco por 3 a 2 e segue 100% no CariocaO Flamengo não quis nada com a bola nos 45 minutos iniciais. Atuou com uma preguiça danada, o que irritou bastante sua torcida. Mesmo assim, poderia ter ido para o vestiário, no intervalo, com 1 a 0 no placar. O atacante Souza teve um gol mal anulado pelo árbitro Rodrigo Nunes, que marcou impedimento.  américa0Fábio Carvalho; Bruno Carvalho, Cléberson (Cleiton), Márcio Abraão e Maciel    ; Válber    , Jeffinho    , Éverton     (Messias) e Élvis    ; Lourival e Eraldo (Marco). Técnico: Gaúcho. flamengo4Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano    , Ronaldo Angelim     e Juan; Jaílton (Maxi), Jônatas, Ibson e Toró    ; Marcinho (Obina) e Souza (Rodrigo). Técnico: Joel Santana. Gols: Obina, aos 30; e Juan, aos 37; e Obina, aos 43 e 45 minutos do segundo tempo. Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)Renda: Não disponível. Público: 15.469 pagantesEstádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)"O calor está muito forte", explicou o volante Ibson, sem convencer. O Flamengo mudou de postura na etapa final. Tomou as rédeas da partida e criou várias chances. Acertou bola na trave e, na base da insistência, fez o primeiro gol, aos 30 minutos, com Obina.  Antes, o árbitro havia expulsado corretamente dois atletas do América (Jeffinho e Élvis) e um do Flamengo (Fábio Luciano). Ou seja, o jogo estava aberto. Com o rival entregue, a equipe da Gávea deu um verdadeiro baile de carnaval. Obina fez mais dois e Juan também deixou sua marca.  Já a situação do América é desesperadora. O time até jogou com muita disposição. Exerceu forte marcação, mas sofre quando detém a bola.  Falta qualidade técnica para criar lances de perigo. Não è à toa que ainda não pontuou na competição e, provavelmente, vai lutar contra o descenso.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoEstadual do RioAmérica-RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.