Flamengo faz 2 a 0 no Atlético-MG na primeira semifinal

Flamengo faz 2 a 0 no Atlético-MG na primeira semifinal

Gols de Cáceres e Chicão deixam rubro-negro com boa vantagem na competição; mineiros têm que reverter mesmo placar das quartas

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

30 de outubro de 2014 | 00h08

O Flamengo arrancou bem na disputa por uma vaga à final da Copa do Brasil. Jogando no estádio do Maracanã, no Rio, nesta quarta-feira, o time rubro-negro venceu o Atlético Mineiro por 2 a 0, com gols de Cáceres e Chicão, e agora poderá até mesmo perder a partida de volta na semana que vem, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, para chegar à sua segunda decisão consecutiva do torneio.

As primeiras movimentações do jogo desta quarta deram a entender que o grande público presente ao Maracanã assistiria a uma grande partida. Com os dois times atuando abertos e buscando as jogadas de linha de fundo, Flamengo e Atlético criaram boas chances até os 15 minutos.

Logo a 1 minuto, Eduardo da Silva recebeu bola no bico da grande área e chutou cruzado para Victor fazer grande defesa. Dez minutos mais tarde, foi a vez de Diego Tardelli concluir de fora da área e levar perigo pela primeira vez à meta de Paulo Victor.

Mas as chances de gol e os lances bonitos acabariam sendo a exceção dali até o fim do primeiro tempo. Um festival de passes errados dos dois times deixou a partida feia, a ponto de a melhor oportunidade da etapa inicial partir de um desvio de Jemerson, aos 27 minutos, em que Victor se esticou todo para evitar aquele que seria um gol contra a favor do Flamengo.

No segundo tempo, porém, o jogo melhorou. O Flamengo avançou a sua linha de marcação no meio de campo, aproximou Márcio Araújo e Cáceres dos alas e o time passou a chegar com mais frequência ao ataque. E abriu o marcador aos 15 minutos, quando Gabriel aproveitou sobra de bola na direita e cruzou no meio da área para Cáceres, de cabeça, mandar no lado esquerdo de Victor.

Com o revés parcial, o técnico Levir Culpi não demorou para sacar o volante Pierre e o atacante Carlos e colocar Luan e Marion, dois jogadores de frente. Mas este time mais faceiro acabou permitindo que o Flamengo passasse a explorar os contra-ataques. E, aos 34 minutos, Gabriel arrancou pela esquerda, entrou na área e foi derrubado. Pênalti, que Chicão bateu para fazer 2 a 0.

Dali até o fim da partida a pressão foi toda do time mineiro. Mas, apesar da maior presença ofensiva, faltou ao Atlético aproveitar as chances. Na melhor delas, aos 40 minutos, Dátolo, da pequena área, chutou de pé direito em cima de Paulo Victor, perdendo aquele que poderia ser o gol do desafogo - e definindo o placar de 2 a 0 para o Flamengo.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 x 0 ATLÉTICO-MG

FLAMENGO - Paulo Victor; Léo Moura, Chicão, Samir e João Paulo; Cáceres, Canteros (Amaral), Márcio Araújo e Everton (Luiz Antônio); Gabriel e Eduardo da Silva (Nixon). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Jemerson, Edcarlos e Douglas Santos (Alex Silva); Pierre (Luan), Josué, Dátolo e Maicosuel; Carlos (Marion) e Diego Tardelli. Técnico: Levir Culpi.

GOLS - Cáceres, aos 15, e Chicão (pênalti), aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Canteros, Chicão, Cáceres e Amaral (Flamengo); Pierre e Marcos Rocha (Atlético-MG).

ÁRBITRO - Luiz Flávio de Oliveira (SP).

RENDA - R$ 2.858.215,00.

PÚBLICO - 40.909 pagantes (45.642 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.