Flamengo ganha da Cabofriense na estréia no Estadual do Rio

O Flamengo precisou apenas do primeiro tempo para assegurar a vitória e derrotar a Cabofriense, por 2 a 0, na noite desta quinta-feira, no complemento da rodada de inicial da Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual do Rio. Com uma boa atuação, o time rubro-negro mostrou que montou uma equipe forte para a temporada e, dos quatro grandes do Rio, apresentou a melhor exibição na abertura da competição. A falta de entrosamento da equipe foi superada pelo toque de bola constante, apesar de alguns erros de passes. A Cabofriense, sob o comando do experiente técnico Jair Pereira conseguiu suportar a pressão do Flamengo até os 31 minutos, quando o lateral Osiel cometeu um pênalti sobre o lateral-esquerdo Juan. Um minuto depois, o meia Renato cobrou a infração e inaugurou o marcador.O Flamengo aproveitou a superioridade na partida e, com a Cabofriense desorganizada em campo ampliou a vantagem. Juan fez boa jogada pela esquerda, cruzou a bola e Obina chutou sem defesa para o goleiro Flávio, aos 38 minutos.A vitória parcial deixou encantados os cerca de 29 mil torcedores presentes no Maracanã. E, na euforia, sobrou até para o atacante Nilmar, que optou permanecer no Corinthians a se transferir para o Flamengo. ?Ah, Obina é melhor que o Nilmar?, cantavam os torcedores.No segundo tempo, a equipe da Gávea optou por administrar a partida atuando em ritmo de treino. Juninho Paulista, que em alguns momentos pareceu perdido em campo foi substituído pelo atacante Roni. E foi do estreante ex-tricolor a melhor oportunidade de gol na etapa, em um chute defendido por Flávio. Já a Cabofriense persistiu nos erros e não conseguiu superar o bloqueio defensivo do rival.Ficha técnica:Flamengo 2 x 0 CabofrienseFlamengo - Bruno; Leonardo Moura (Luizinho), Irineu, Moisés e Juan; Paulinho, Clayton, Juninho Paulista (Roni) e Renato; Renato Augusto e Obina (Leonardo). Técnico: Ney Franco.Cabofriense - Flávio; Osiel, Leandro Amaro, Everton e Leandro (Valdir); Marcão, Anderson, Têti e Esquerdinha (Joãozinho); William e Marcelinho (Roberto). Técnico: Jair Pereira.Gols - Renato, aos 32 minutos, e Obina, aos 38 minutos do primeiro tempo. Árbitro - Djalma Beltrami. Cartões amarelos - Leonardo Moura, Esquerdinha e Renato Augusto. Renda - 28.712 torcedores. Público - R$ 406.340,00. Local - Estádio do Maracanã, no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.