Flamengo goleia e segue em segundo no Grupo A

Time rubro-negro vence o Friburguense com facilidade e sonha com conquista do Carioca de forma antecipada

Leonardo Maia, Agência Estado

27 de março de 2008 | 00h03

Num bom jogo, o Flamengo venceu o Friburguense na noite desta quarta-feira por 4 a 1, no Maracanã. Com o resultado, apenas uma tragédia tira a vaga da equipe, com 15 pontos no grupo A, das semifinais da Taça Rio. O Friburguense fica com sete, em sexto no grupo B.Veja também:  Fluminense goleia Mesquita pelo Estadual do RioJogando com muito mais interesse do que vinha demonstrando contra as equipes pequenas, o Flamengo construía boas tramas ofensivas. Com grande participação dos laterais Juan e Leonardo Moura e dos meias Renato Augusto e Íbson.Depois de toque de Souza, Marcinho perdeu gol quase debaixo dos paus, aos nove minutos. Em muito contribuía para a qualidade da partida o bom jogo do Friburguense, que mostrava boa postura em campo e uma mínima qualidade técnica não vista em outros clubes de menor expressão. Aos 15 minutos, Carlos Alberto aproveitou sobra na entrada da área e emendou um belo chute, espalmado a escanteio por Bruno.Mas em lances consecutivos, o Flamengo botou ordem na casa. Juan cobrou falta da intermediária e Marcinho se antecipou ao goleiro Adriano para marcar de cabeça, aos 18 minutos. Dois minutos depois, Leonardo Moura fez boa jogada, cruzou, a defesa afastou e Renato Augusto emendou um chute seco, forte, no canto, para ampliar.Ainda assim, o time da região serrana não se intimidava e levava perigo ao gol adversário, marcando a saída de bola do Flamengo. Bruno foi exigido em boas defesas por pelo menos três vezes em chutes de fora da área. Flamengo4Bruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Cristian    , Ibson (Jônatas), Toró e Renato Augusto (Diego Tardelli); Marcinho e Souza (Obina)Técnico: Joel Santana Friburguense1Adriano; Éverton, Cadão, Felipe Marques    e Gílson; Cassiano, Elan    , Carlos Alberto (Guido) e Victor Hugo (Diego); Alex (Ziquinha) e LéoTécnico: Cleimar RochaGols: Marcinho, aos 18; Renato Augusto, aos 20 minutos do primeiro tempo; Leo Andrade, aos 10; Leonardo Moura, aos 30, e Marcinho, aos 32 minutos do segundo tempoÁrbitro: Simone de Paula e SilvaRenda: não disponívelPúblico: não disponívelEstádio: Maracanã, Rio de Janeiro, RJA partida continuou movimentada no segundo tempo, com as duas equipes buscando o gol. A insistência friburguense foi premiada aos 10 minutos. Em contra-ataque, Ziquinha fez bom lançamento para Léo André, que pegou de primeira e marcou lindo gol.Com o susto, o Flamengo acelerou o ritmo e aumentou a pressão. Os jogadores rubro-negros, porém, sempre tentavam um toque a mais, um drible a mais, um passe desnecessário e perdiam boas chances. Com isso, foi o Friburguense que quase empatou, aos 28 minutos. Guido lançou Ziquinha, que tocou por cima de Bruno. A bola tirou tinta da trave. Ato contínuo, Obina achou Leonardo Moura aberto na direita e tocou. O lateral invadiu a área e fuzilou, 3 a 1.Dois minutos depois, um contra-ataque muito rápido, puxado por Cristian e bem conduzido por Renato Augusto, acabou com novo gol de Marcinho. O Flamengo ainda ficaria com dez em campo. Jônatas sentiu o músculo da coxa esquerda em lance isolado e, como o técnico Joel Santana já havia mexido três vezes, não pode substituído.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.