Gilvan De Souza / Flamengo
Gilvan De Souza / Flamengo

Flamengo inscreve reforços, mas mantém Guerrero na lista da Libertadores

Clube fez quatro alterações, tirando os jogadores que saíram na janela de transferências

Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2018 | 13h33

Um dia antes de entrar em campo para o jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores contra o Cruzeiro, no Maracanã, o Flamengo atualizou a sua lista de inscritos na competição. O clube incluiu, nesta terça-feira, os atletas recém-contratados, mas ainda manteve o centroavante Paolo Guerrero.

Agora, então, o técnico Maurício Barbieri poderá utilizar na Copa Libertadores os atacantes Uribe e Vitinho e o volante Piris da Mota, todos eles reforços anunciados nas últimas semanas pelo Flamengo. Além disso, o clube também incluiu o meia-atacante Matheus Sávio, que atuou por empréstimo pelo português Estoril no primeiro semestre, mas retornou recentemente.

Para incluir esses jogadores, o Flamengo retirou outros quatro da sua lista inicial de inscritos na Libertadores. E todos esses jogadores deixaram o clube. São eles: Everton (se transferiu ao São Paulo), Vinicius Junior (Real Madrid), Felipe Vizeu (Udinese) e Jonas (Al-Ittihad).

O Flamengo ainda tinha o direito ter realizado uma quinta alteração na lista de inscritos, mas não o fez. E ela poderia, inclusive, envolver o centroavante Guerrero, que está em fim de contrato e não deverá permanecer no clube da Gávea. De qualquer forma, duas mudanças poderão ser realizadas nas quartas de final, caso o time carioca avance na competição.


Confira como ficou a relação de inscritos do Flamengo na Libertadores:

Goleiros: Diego Alves, César e Thiago.

Laterais: Rodinei, Renê, Trauco, Pará e Kleber.

Zagueiros: Rhodolfo, Juan, Réver, Léo Duarte e Thuler.

Volantes: Willian Arão, Cuéllar, Piris da Motta, Ronaldo, Jean Lucas e Rômulo.

Meias: Everton Ribeiro, Diego, Lucas Paquetá e Matheus Savio.

Atacantes: Guerrero, Marlos Moreno, Fernando Uribe, Henrique Dourado, Geuvânio, Lincoln e Vitinho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.