Flamengo ironiza ameaça do Flu

O vice-presidente de Futebol do Flamengo, Walter Oaquim, ironizou a intenção do Fluminense de impugnar a partida em que o Rubro-Negro sagrou-se campeão do primeiro turno do Campeonato Carioca. Segundo o dirigente, a escalação do volante Leandro Ávila não foi feita irregularmente e estava amparada por uma liminar. "Nós não temos culpa de ganharmos do Flu", disse. Oaquim explicou que a alegação de que Ávila deveria cumprir suspensão automática, por ter sido expulso na semifinal contra o Vasco, não se sustenta, porque o jogador atuou amparado pela Lei. O dirigente ainda considerou que o Fluminense deve pensar em ganhar o segundo turno, pois além de um "bom elenco, tem um belo treinador". Para conseguir a liminar e poder escalar Ávila, o Flamengo baseou-se no artigo 18 do regulamento da competição - o qual diz que um atleta não pode terminar um turno sem ser julgado pelo tribunal. Os dirigentes do Fluminense contestam a versão do rival alegando que um regulamento não pode se sobrepor ao Código Brasileiro Disciplinar de Futebol (CBDF). O meia Petkovic treinou hoje sem sentir dores no músculo da coxa direita, o que o deixou fora do time por vários dias. Até o final de semana, o jogador vai ser avaliado e saber se está em condições de estrear no segundo turno do Campeonato Carioca, contra o Bangu, no sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.