Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Flamengo joga em Campos para obter classificação

Time rubro-negro pega o Americano às 19h30 e, se vencer, garante vaga nas semifinais da Taça Rio

LEONARDO MAIA, Agencia Estado

31 de março de 2009 | 07h25

Nada como uma semana após a outra. Bastaram duas boas apresentações e goleadas, sobre Madureira e Resende, e o Flamengo viveu dias tranquilos antes da partida desta terça-feira contra o Americano, às 19h30, no estádio Godofredo Cruz, em Campos, pela sétima e penúltima rodada da Taça Rio.

Veja também:

linkVasco encara o Macaé em busca da liderança

tabela Estadual do Rio - Classificação / Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Líder do Grupo B com 13 pontos, uma vitória rubro-negra praticamente garante a classificação para as semifinais do segundo turno. A segunda vaga ficaria em disputa entre Bangu, Botafogo e Macaé, todos com 10 pontos.

Mas é bom não relaxar. O clima na Gávea é sempre muito volátil. Um tropeço, mesmo que na casa do adversário, pode recolocar pressão sobre o técnico Cuca e o elenco e embolar a classificação da chave. "O ambiente mudou. Está bem melhor, ainda mais com a rodada de sábado, em que Botafogo e Bangu perderam", disse o volante Willians. "Podemos trabalhar mais tranquilamente em busca da classificação".

Para conquistar a terceira vitória consecutiva e repetir os bons desempenhos recentes, Cuca terá à disposição praticamente o mesmo time da última rodada, mas precisará lidar com um desfalque importante. O meia Zé Roberto se queixou de dores musculares na coxa direita durante o treinamento desta segunda, na Gávea, e está fora de ação.

O treinador rubro-negro, porém, prefere não antecipar a sua decisão. "Posso colocar o Aírton e liberar o Ibson. Ou então optar pelo Kleberson. Pode ser o Jônatas também", comentou Cuca.

O mais provável é a primeira opção, com o retorno de Aírton ao time - ele ficou de fora da goleada sobre o Resende para que Erick Flores permanecesse entre os titulares. Em todo o caso, qualquer que seja a alternativa escolhida, Erick jogaria mais adiantado, formando dupla de ataque com o artilheiro Josiel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.