Flamengo lança Fla-TV e apresenta o reforço Diego Tardelli

Diretoria espera meio milhão de assinaturas, o que geraria faturamento de R$ 6 milhões a cada 30 dias

Bruno Lousada, O Estado de S. Paulo

17 de janeiro de 2008 | 19h34

A diretoria do Flamengo lançou nesta quinta-feira a Fla-TV, canal de assinatura pela Internet, no qual serão exibidas imagens exclusivas de treinos, viagens, concentrações e bastidores do time. Um verdadeiro Big Brother do clube carioca, ao custo mensal de R$ 12. A diretoria espera meio milhão de assinaturas na fase inicial, o que geraria faturamento de R$ 6 milhões a cada 30 dias. Desse montante, o clube da Gávea ficaria com R$ 4,5 milhões (75% da renda). O restante seria destinado ao grupo DB4, operadora da Fla-TV, e que também fechou parceria para criar, nos mesmos moldes, uma agência de notícias para o Corinthians. Na mesma cerimônia de divulgação do arrojado projeto, em um hotel da Barra da Tijuca (zona oeste do Rio), o atacante Diego Tardelli, ex-São Paulo, foi apresentado como novo reforço do time da Gávea e ganhou a camisa 11. "A Fla-TV é divisora de águas no Flamengo. O futebol será, a partir de agora, do tamanho que o torcedor quiser. Fizemos alguns investimentos com base nesta expectativa de receita", disse o vice-presidente de Futebol do clube carioca, Kléber Leite, traçando como prioridade a permanência do volante Íbson, cujo contrato termina em junho - ele pertence ao Porto, de Portugal. O veículo oficial de comunicação do Flamengo começou a operar no início do mês e, até quinta, já havia contabilizado 4 milhões de visitas. O acesso ao site http://www.flatv.com.br/ será gratuito até o dia 15 de fevereiro, a fim de que o torcedor se familiarize com o processo, explicou Kléber Leite. Em relação à receita da Fla-TV, a diretoria vai destinar 10% para os jogadores e comissão técnica; 15% para investimentos no clube; e 50% para aplicar no futebol. Kléber Leite disse nesta quinta que, depois do Carnaval, vai apresentar proposta oficial para contratar o craque Ronaldo, do Milan. Essa novela deve garantir muita audiência na Fla-TV, mas o capítulo final pode ser indigesto para a torcida.  Novidade Diego Tardelli, de 22 anos, chegou ao Flamengo com um objetivo pessoal: disputar as Olimpíadas de Pequim, em agosto de 2008. Para tanto, sabe que precisa brilhar dentro de campo e mudar o rótulo de indisciplinado. "Estou com a cabeça no lugar." Tardelli até pediu desculpas ao atacante Souza, com quem trocou provocações via imprensa enquanto negociava sua vinda para o time carioca. "Aceitaria dividir o quarto com ele, sem problemas", afirmou, negando qualquer problema com o novo colega.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.