Flamengo luta para sair da crise

No tempo em que um desabafo emocionado era capaz de revolver o brio de jogadores famosos ou não, o Flamengo mostrou sua força para sepultar crises e arrancar em busca de novas conquistas. Foi assim na noite de 9 de julho de 1978, minutos depois de sofrer uma goleada histórica para o Grêmio: 5 a 2. Ainda no gramado do Estádio Olímpico, o então presidente do clube, Márcio Braga, deixou claro seu inconformismo com o resultado e a forma de atuar do time. Disse que o Flamengo não seria o mesmo a partir dali. Não tolerara ver alguns atletas sorrindo e trocando camisa com os do Grêmio.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.