Flamengo minimiza declarações de Souza sobre Tardelli

Titular do ataque rubro-negro não aprova possível acerto de Diego Tardelli com o clube

10 de janeiro de 2008 | 18h54

Ainda sonhando com Diego Tardelli, do São Paulo, a diretoria do Flamengo tenta desenrolar o "novelo de lã" criado por Souza, que viu menosprezo nas declarações do atacante são-paulino de que gostaria de atuar ao lado de Ronaldo no ataque rubro-negro.Segundo Souza, Diego "nunca foi artilheiro de nada. Se vier, vai ter que disputar posição comigo e com o Obina. Eu cheguei artilheiro do Brasileiro e tive que conquistar meu espaço". O vice-presidente de futebol, Kléber Leite, minimizou o incidente ao tratá-lo com bom humor, dizendo que iria colocar os dois no mesmo quarto nas concentrações.Para Tardelli, porém, a polêmica diminui suas chances de jogar no Flamengo. "Com essa briga a possibilidade é mínima. Para chegar brigado, prefiro ficar", disse à imprensa paulista. Na quarta-feira, o departamento jurídico do clube entrou, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, com pedido de conversão da pena por agressão imposta a Gavilán em pagamento de cestas básicas. O volante ainda tem de cumprir 35 dias de suspensão. O julgamento do recurso ainda não foi marcado.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoLibertadoresEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.