Márcia Feitosa/Vipcomm
Márcia Feitosa/Vipcomm

Flamengo minimiza dificuldades e exalta dever cumprido contra o Santos

Vaiado em alguns momentos pela torcida, o meio-campista Renato Abreu enaltece a luta do time

AE, Agência Estado

18 de junho de 2012 | 09h03

RIO - Os jogadores do Flamengo reconheceram que o time não teve uma boa atuação diante da equipe reserva do Santos, domingo, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, mas ressaltaram que o mais importante foi que o time cumpriu o seu objetivo ao vencer o duelo por 1 a 0. Vaiado em alguns momentos pela torcida, o meio-campista Renato Abreu exaltou a luta dos flamenguistas.

"O time jogou muito, 90 minutos em cima do adversário. Vencemos com garra, raça. O time mostrou essas qualidades e é isso que importa. Sou um jogador de momentos ruins, de aparecer sempre. Eu não me escondo e não vou me esconder nunca. Não estou aqui para brincar, mas para jogar, me dedicar. O jogo foi mais difícil. Se for me analisar no jogo, olha quantos passes errados eu dei", afirmou Renato.

O gol da vitória do Flamengo saiu apenas nos minutos finais do duelo e em cobrança de pênalti de Bottinelli. Porém, o atacante Vágner Love preferiu minimizar as dificuldades e exaltou o triunfo como mandante. "Numa competição de pontos corridos, temos que vencer sempre em casa, independente de como jogamos. Acho que essa vitória foi marcada pela determinação de todos. O Santos estava retrancado e acabou complicando um pouco", disse.

Com a vitória de domingo, o Flamengo chegou aos nove pontos e está em oitavo lugar no Campeonato Brasileiro. A equipe volta a jogar no próximo domingo, em Porto Alegre, contra o Grêmio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.