Flamengo não quer entrar em polêmica com o Botafogo

Goleiro Bruno diz que conquista do Carioca do ano passado já foi esquecida e prega respeito ao adversário

Redação,

19 de fevereiro de 2008 | 17h56

A conquista do título estadual de 2007 sobre o Botafogo é uma página virada para os jogadores do Flamengo. Apesar da confiança de todos na força da atual equipe, existe um consenso no clube de que a partida de domingo, que definirá o campeão da Taça Guanabara, não terá qualquer ligação com o confronto do ano passado, quando os rubro-negros venceram nos pênaltis."Não vivemos de passado, aquela final já passou. Foi muito legal termos conquistado o título, ficamos felizes, mas agora é outra história. Temos a responsabilidade de fazer um bom jogo e lutar por um novo título", disse o goleiro Bruno.O jogador evitou comentários que soassem como provocação aos adversários de domingo. Sobre o alvinegro Castillo, limitou-se a dizer que é "um bom goleiro". Quando o assunto foi um possível favoritismo rubro-negro, Bruno ressaltou o potencial do Botafogo."O Botafogo mudou alguns jogadores em relação ao ano passado, mas fez por merecer estar na final. Eles venceram o Fluminense mostrando qualidades e têm nosso respeito. Tenho certeza de que as duas melhores equipes chegaram à decisão e estão de parabéns por isso."TREINOO time do Flamengo realizou treino físico na manhã desta terça-feira, na praia do Leblon. Durante uma hora, os jogadores participaram de intensa atividade física, que não contou com a presença de sete jogadores. Obina, gripado, foi poupado. Souza, com dores musculares, e Fábio Luciano, com uma pancada no cotovelo direito, fizeram exercícios na sala de musculação.O apoiador Toró deu seqüência ao trabalho de recuperação de um problema na coxa direita. Marcinho, Diego Tardelli e Éder fizeram trabalho de reforço muscular na Gávea.

Tudo o que sabemos sobre:
Estadual do RioFlamengoBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.